Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Federer e Tsonga voltam a se encontrar e decidem ATP Finals

Duelo se repete pela terceira vez em 15 dias, com favoritismo e novos recordes do suíço

Felipe Rocha, especial para o iG, em Londres |

Felipe Rocha
Atual nº 4 do mundo, Federer disputará a centésima decisão em sua carreira
Pelo terceiro domingo consecutivo, o suíço Roger Federer terá pela frente o francês Jo-Wilfried Tsonga. Os tenistas, que decidem hoje, às 15h30 no horário de Brasília, em Londres, o título do ATP Finals, se enfrentaram também pela primeira rodada do torneio, no último domingo, e na final do Masters 1.000 de Paris, há quatorze dias. Ambos os jogos terminaram com vitórias de Federer.

“Será engraçado enfrentar o Tsonga pelo terceiro domingo seguido.Ele está muito confiante no momento, porque vem jogando muito bem nas quadras indoor. Vai ser muito disputado”, analisou Federer.

"Se precisar, quebro os tornozelos", diz Tsonga.

A decisão do torneio londrino será a centésima final na carreira de Federer, quinto tenista a atingir a expressiva marca na Era Aberta do Tênis, iniciada em 1968. O suíço, que venceu 69 títulos, poderá ainda se tornar o maior vencedor do ATP Finals na história, com seis troféus, superando as lendas Pete Sampras e Ivan Lendl.

“Fico surpreso que tenha conseguido conquistar tantas coisas ao longo da minha carreira. Estar jogando em alto nível por tantos anos me deixa muito feliz e orgulhoso, Obviamente será uma final especial para mim, tem muita coisa em jogo”, afirmou Federer, que acumula 806 vitórias ao longo da carreira.

Leia também: Surpreso, Federer afirma que decisão do ATP Finals em Londres será especial

Para Jo-Wilfried Tsonga, número 6 do mundo, o título significaria sua maior conquista no circuito profissional do tênis. Aos 26 anos, o francês levantou sete taças, duas delas em 2011 (em Metz, na França, e em Viena, Áustria).

Getty Images
Finalista surpreendente, Tsonga enfrenta Federer pelo terceiro domingo consecutivo. Nos dois anteriores, quem se deu melhor foi o suíço

“Se precisar quebrar meus dois tornozelos para vencer, vou fazer, com certeza. Darei tudo por essa conquista. É o meu último jogo (do ano), então vou dar o máximo, pois sei que depois é só festa, o que é bom (risos)”, avisou Tsonga.

Federer e Tsonga se enfrentaram dez vezes na história, com ampla vantagem do suíço, que venceu sete partidas. Em 2011, o duelo se repete pela sétima vez, com apenas dois triunfos do francês, um deles justamente na capital inglesa, pelas quartas de final de Wimbledon.

“Aprendi nesses jogos que posso vencer o Roger. Às vezes, depende muito do nível de tênis que ele apresente. Se jogar bem, é muito difícil vencê-lo. Mas sei que em um único jogo tudo é possível, tenho minhas chances”, afirmou o francês. A decisão do ATP Finals acontece às 15h30 deste domingo, no horário de Brasília.

Leia tudo sobre: roger federerjo-wilfried tsongaatp finals

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG