Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Federer desiste por lesão e Tsonga vai à final sem jogar

Com dores nas costas, suíço abriu mão de jogar em Doha e espera estar recuperado para disputar o Aberto da Austrália

AE |

selo

Cabeça de chave número 2 do Torneio de Doha, Roger Federer desistiu de disputar a semifinal do ATP 250 realizado no Catar, nesta sexta-feira, por causa de dores nas costas. O tenista suíço anunciou a desistência apenas dez dias antes do início do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano, e sua presença na competição agora passou a ser colocada em xeque. 

Leia também: Depois de duas vitórias com virada, Murray tem vida fácil e vai à semi em Brisbane

Com a decisão tomada por Federer, o francês Jo-Wilfried Tsonga se garantiu na decisão da competição sem precisar entrar em quadra. Agora, ele espera apenas pela definição do vencedor da outra semifinal, que reunirá o espanhol Rafael Nadal e o também francês Gael Monfils nesta sexta. 

Mas, apesar da desistência, o tenista número 3 do mundo está confiante de que poderá estar em quadra para jogar o Aberto da Austrália, em Melbourne, onde poderá lutar pelo seu 17.º título de Grand Slam, ampliando o recorde que ostenta com as suas atuais 16 conquistas na série dos quatro principais torneios do circuito profissional. 

Leia ainda: Últimas favoritas caem na semifinal do torneio feminino de Brisbane

"Eu lesionei minhas costas no jogo da segunda rodada (na quarta-feira, contra o esloveno Grega Zemlja)", revelou Federer, em entrevista coletiva, antes de acrescentar: "Eu não acho que é o momento certo para falar em qualquer risco agora. Para a Austrália, estou otimista". 

Federer ainda acredita que, se ficar sem jogar nos próximos dias e fizer o tratamento certo, poderá estar pronto para voltar às quadras já nos próximos dias. "Eu tenho uma longa jornada pela frente, mas espero que nos meio da próxima semana esteja 100% novamente", projetou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG