Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Federer afirma ser “jovem o suficiente” para vencer no tênis

Campeão do Masters 1000 de Indian Wells, suíço nega que os 30 anos de idade o prejudique dentro das quadras

Gazeta |

Getty Images
Federer ergue a taça conquistada nos Estados Unidos
Mais uma vez em ótima fase, o suíço Roger Federer mostrou confiança na sequência de vitórias e negou que os 30 anos o prejudique dentro das quadras. Recentemente, o número três do mundo venceu o Masters 1000 de Indian Wells e se aproximou de Rafael Nadal no ranking da ATP.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"As pessoas falam mais da minha idade do que qualquer outra coisa", ressaltou Federer, que faturou seis dos oito torneios disputados depois da derrota para o sérvio Novak Djokovic no Aberto dos Estados Unidos, ano passado.

Leia também: Federer se aproxima de Nadal no ranking

"Tem gente que não entende como você pode jogar tênis aos 30 anos, o que é chocante para mim, pois nessa idade você ainda é jovem o suficiente para desempenhar o seu melhor jogo", acrescentou o ex-líder do ranking mundial.

Para comprovar que a idade não interfere no seu desempenho, Federer lembrou que sua boa fase começou justamente quando ele completou 30 anos, em agosto de 2011. Nas últimas 41 partidas, o suíço só saiu derrotado em apenas duas delas, para Nadal no Aberto da Austrália e para o norte-americano John Isner pela Copa Davis.

Veja ainda: Rogerinho, Mello e Julinho são eliminados no qualifying em Miami

"Não importa o que as pessoas falam de mais, pois o que me importa são os meus fãs. Também me preocupo com a imprensa e espero que estejam relaxados como estou agora", brincou o terceiro colocado da ATP. "A imprensa entende isso e eu também compreendo as críticas, embora às vezes elas sejam exageradas", encerrou.

Leia tudo sobre: federertênismasters 1000

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG