corneta lado emocional de Murray - Tênis - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Ex-tenista, Rusedski vira comentarista e corneta lado emocional de Murray

O ex-tenista britânico Greg Rusedski está na cobertura do ATP Finals para canal inglês e falou ao iG sobre as chances de Andy Murray no torneio

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859950388&_c_=MiGComponente_C

Desde 1936 nenhum tenista britânico consegue ganhar algum título de Grand Slam. E nenhum tenista nascido no Reino Unido jamais conquistou o ATP Finals, torneio com maior pontuação após Roland Garros, Wimbledon, Aberto dos Estados Unidos e Aberto da Austrália.
Por esta razão, a pressão local em cima de Andy Murray é enorme a cada vez que o escocês chega perto de quebrar o tabu.

Todos esperam aqui que ele seja Roger Federer. Para mim, a questão é muito mais de mentalidade, pois ele tem potencial para vencer os principais torneios, mas não mostrou até agora que tem cabeça, opinou Greg Rusedski, ex-tenista nascido no Canadá, mas naturalizado britânico. 

Rusedski foi um dos tenistas que estiveram perto de findar o jejum do Reino Unido nos principais torneios do tênis, desde que Fred Perry ganhou seu oitavo Grand Slam, há 74 anos. Porém, acabou derrotado na final do Aberto dos Estados Unidos, em 1997, para o australiano Patrick Rafter. Atualmente, Rusedski é comentarista do canal inglês Sky Sports.

Com certeza é bem mais fácil estar na televisão do que na quadra(risos). Na TV não é tão difícil assim, é só ser honesto e dizer o que sente, revelou ao iG,  na Arena O2, em Londres.

O ex-tenista considera que o melhor britânico da atualidade precisa melhorar o lado emocional para ganhar os desejados troféus.

Se alguém conseguisse ajudá-lo a melhorar esse aspecto da mentalidade, talvez o técnico, talvez alguém da família, não sei, mas é o que falta para ganhar os melhores torneios. Talento ele tem, opinou Rusedski.

Sobre o que viu até agora na competição, o comentarista já identificou quem mostrou o melhor tênis na fase de grupos. Federer até agora é o único que está impressionando, disse o ex-jogador.

Neste sábado acontecem as duas semifinais do ATP Finals. Rafael Nadal e Andy Murray se enfrentam às 12h. Novak Djokovic x Roger  Federer será às 18. Os horários respeitam o fuso de Brasília.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG