Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Ex-tenista número 1 acusa os pais de ‘torrar’ fortuna de R$ 102 mi

A espanhola Arantxa Sanchez Vicario, atual capitã da equipe feminina do país na Fed Cup, afirmou que só descobriu o 'rombo' em 2002

iG São Paulo |

Getty Images
Arantxa Sanchez acusou seus pais de gastarem a sua fortuna
A ex-tenista espanhola Arantxa Sanchez Vicario, que já foi número 1 do mundo, acusa seus pais de gastarem a fortuna de 60 milhões de dólares (aproximadamente R$ 102 milhões) que conquistou em sua carreira. O fato foi contado no seu livro “Vamos! Memórias de uma luta, uma vida e uma mulher”.

Leia mais: Federação espanhola processará TV francesa por piada com Nadal

A atual capitã da equipe feminina espanhola na Fed Cup afirmou que seus pais eram responsáveis por controlar a sua vida financeira, enquanto ela se preocupava apenas em jogar tênis. A ex-atleta confiava no pai e só percebeu o ‘rombo’ em sua conta no ano de 2002.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros fãs do tênis

"Nunca duvidei que meu pai administraria meu dinheiro da maneira eficiente e benéfica. Só depois que tirei uma férias é que veio a surpresa. Depois, a decepção. A surpresa de me encontrar sem recursos depois de uma carreira repleta de sucessos. Eles me deixaram com nada e estou endividada", contou Arantxa em seu livro.

Confira ainda: Zvonareva vence e enfrenta romena Cirstea na Tailândia

A mãe da ex-tenista, Marisa Sanchez, escreveu uma carta à imprensa espanhola dizendo que a família ficou espantada com a acusação. "Nunca tiramos vantagem da Arantxa, e ela não está quebrada", disse Marisa, que ainda declarou que Emilio, pai de Arantxa, tem câncer e sofre do mal de Alzheimer.

Getty Images
A tenista espanhola já foi número 1 do mundo

 

Leia tudo sobre: arantxa sanchez vicario

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG