Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Ex-número seis do mundo, Nicolas Lapentti se aposenta do tênis

Campeão de cinco torneios de nível ATP, além de cinco Challengers, Lapentti eliminou o Brasil da Davis em 2009

Gazeta |

Getty Images
Equatorniano anunciou sua aposentadoria do tênis
Aos 34 anos, o tenista equatoriano Nicolas Lapentti oficializou, nesta segunda-feira, sua saída do tênis profissional. Assolado por sucessivas contusões na temporada passada, o atleta decidiu deixar o circuito após 15 anos de carreira.

O melhor momento de Lapentti foi no final da década de 90 e início dos anos 2000, quando ocupou a sexta colocação do ranking mundial. Além disso, o equatoriano conquistou cinco troféus de nível ATP e cinco Challengers.

Satisfeito com o legado que construiu, Lapentti afirmou que se despede com o sentimento de dever cumprido. "Minhas experiências, anos de viagens, de momentos lindos, e outros duros também, não me deixam nenhum tipo de arrependimento. Vou tranquilo com a satisfação que deixei em todo o Equador", discursou.

Apesar da saída de Nicolas, o sobrenome Lapentti não parará, por enquanto, de figurar pelas quadras mundiais. Giovanni, seu irmão mais novo de 27 anos, ocupa, atualmente, o 206º posto do ranking da ATP e vem se destacando, sobretudo em torneios continentais.

Sobre a sucessão em seu país, porém, Lapentti optou por enumerar outros nomes. "Há jogadores que vem despontando, como Roberto Quiroz e Diego Hidalgo", completou o ex-tenista, que continuará na área com o intuito de fomentar a prática esportiva em seu país.

Leia tudo sobre: nicolas lapenttitênis

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG