Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Em batalha de três horas, Bellucci passa por polonês e vai à semi

Brasileiro saiu perdendo, mas virou contra Lukasz Kubot e enfrentará o espanhol Nicolás Almagro em Acapulco

Gazeta |

Thomaz Bellucci segue reservando muita emoção nos seus jogos no ATP 500 de Acapulco. Em jogo muito duro, com 3h09 de duração, o melhor tenista do país bateu o polonês Lukasz Kubot por 2 sets a 1, com parcias de 6/7 (5), 6/3 e 6/4, e agora disputará as semifinais do torneio diante do espanhol Nicolás Almagro, que eliminou o colombiano Santiago Giraldo também por 2 sets a 1 (7/6 (0), 5/7 e 6/4).

No último confronto entre os dois, o espanhol bateu Bellucci por 2 sets a 1, nas oitavas de final do Masters 1000 de Miami. Recentemente, Almagro vem em grande fase, já que venceu os ATPs 250 da Costa do Sauípe e de Buenos Aires.

EFE
Bellucci em ação na "maratona" mexicana

O jogo
O brasileiro começou o jogo bem, mas o equilíbrio foi a tônica da primeira parcial. Com uma quebra para cada lado, os tenistas foram trocando games até o tié-break. Bellucci este muito bem, e no intervalo vencia por 4-2. Mas, mostrando a já conhecida inconstâncias, levou duas mini-quebras e perdeu por 7-5.

Melhor no segundo set, Bellucci quebrou o polonês logo no primeiro game, mas vacilou no quarto e deixou o rival empatar em 2 a 2. Depois, mostrando muita potência nas devoluções, teve nove chances de quebra e aproveitou duas, fechando a parcial em 6/3.

No último e decisivo set, o pupilo de Larri Passos se mostrava mais inteiro fisicamente que Kubot, mas vacilou logo no primeiro game e tomou uma quebra. Consistente, se recuperou logo depois e devolveu a desvantagem.

Os atletas seguiram confirmando seus saques até o oitavo game, quando Bellucci conseguiu mais uma quebra no saque do rival e abriu 5 a 3. Sacando para fechar a partida, o número 37 do mundo vacilou, cometeu uma dupla falta empatado em 40/40 e viu o polonês acertar boa direita, devolvendo a quebra.

Mas, quando tido indicava outro tie-break, mostrando grande poder de reação, o brasileiro fez o mais difícil e quebrou o saque de Kubot com um winner, fazendo 6 a 4 e fechando o jogo.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG