Tenista demonstra frustração com falta de ar e mal estar geral que o impede de jogar "tão bem quanto poderia"

Atual campeão do Masters 1000 de Miami, Andy Roddick caiu na estreia do torneio, perante o uruguaio Pablo Cuevas. Após a derrota, que o tirou do Top 10 do ranking da ATP, Roddick admitiu que não se sentia bem antes da partida.

"Eu não sei o que aconteceu, tive um pouco de dificuldade para respirar. Vou ver isso quando voltar para casa", disse. "Não me senti bem o dia inteiro e não estava otimista em conseguir um bom resultado hoje (sábado)".

Roddick afirmou ainda que não foi apenas em Miami que sentiu falta de ar. "Em Delray Beach eu fiquei doente e comecei a tomar antibióticos. Tive uma infecção nos brônquios, mas com sorte fiquei um pouco melhor e pude jogar a Copa Davis", lembrou Roddick, que foi decisivo na vitória da equipe dos Estados Unidos na primeira rodada da competição.

"Eu me senti muito bem durante Indian Wells, mas voltei a me sentir mal quando cheguei aqui. Não é bom quando você entra em quadra e joga menos do que poderia e eu tenho sentido isso muito ultimamente. É muito frustrante para mim", acrescentou Roddick, que ainda não sabe quando voltará às quadras.

"Pretendo começar a temporada do saibro mais cedo do que no ano passado. Ainda não decidi em que torneio vou voltar, tenho antes que conversar com o meu técnico para decidirmos isso juntos", concluiu o tenista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.