Número 2 do mundo, que vem de uma série de lesões, abandonou o embate contra a chinesa Jie Zheng no Premier de Toronto

A desistência de Kim Clijsters do Premier de Toronto, provocada por dores musculares, traz preocupações para o mundo do tênis. A número 2 do mundo, que vem de uma série de lesões, abandonou o embate contra a chinesa Jie Zheng, na noite desta terça, e revelou que não sabe se terá condições de disputar o Aberto dos Estados Unidos.

Atual bicampeã do último Grand Slam do ano, Clijsters comentou que sofreu com dores antes da partida e que suas condições se agravaram ao longo do embate. "Durante a partida, senti que a dor havia piorado. Uma vez feito o ultra-som, detectou-se o desgarro no músculo esquerdo e um pouco de sangue", explicou.

Com isso, a belga terá que acelerar sua recuperação se quiser estar pronta para o Aberto dos Estados Unidos, que tem início no próximo dia 29. "Tenho ainda umas duas semanas e vou tentar de tudo para jogar o US Open", declarou a número dois do mundo.

A temporada 2011 de Clijsters não é das melhores. Depois de conquistar o Aberto da Austrália no início do ano, a belga amargou maus resultados por conta de uma série de lesões. Em Toronto, a tenista disputava o primeiro torneio desde que uma contusão no tornozelo a deixou fora de Wimbledon.

Favorecida com o abandono de Clijsters, Zheng não terá um caminho fácil na continuidade de Toronto. A chinesa enfrentará na próxima rodada a vencedora do duelo entre a ex-número um do mundo, Serena Williams, e a alemã Julia Goerges.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.