Tamanho do texto

Número três do mundo passou por Tomas Berdych nas quartas de final no primeiro Grand Slam do ano

Mesmo com dificuldades no segundo set no duelo entre tenistas do top 10, o sérvio Novak Djokovic conseguiu superar o tcheco Tomas Berdych por 3 sets a 0, parciais de 6/1, 7/6 (7/5) e 6/1 e confirmou sua vaga na semifinal do Aberto da Austrália. O terceiro melhor do mundo enfrentará agora o suíço Roger Federer, vencedor da partida diante de seu compatriota Stanistas Wawrinka, também nesta terça-feira.

Superior logo no primeiro set, Djokovic logo abriu 4 games a 1 e viu Berdych voltar melhor após o intervalo. Apesar de esboçar uma reação, o tcheco não conteve os ataques do sérvio, que aproveitou as falhas do adversário fechando a primeira parcial com tranqüilidade.

O segundo set foi marcado pelo equilíbrio em quadra. Berdych conseguiu complicar Djokovic, quebrando seu serviço no quarto game, para cravar 3 a 1. Experiente, o sérvio soube administrar as dificuldades e arrancou um empate por 4 a 4 sofrido, vendo o controle do jogo passar de mão em mão ao longo do set, a partir de então.

Levado para o tie break após ótimas atuações dos dois tenistas, o set só foi definido pelo terceiro melhor do mundo, ao conquistar 7/5 no desempate. Mais confiante após vencer o set, Djokovic teve que pressionar Berdych para definir seu serviço e conseguir abrir 3 a 1 no placar. Ciente do desgaste do oponente, o sérvio manteve a pressão para fechar o set final por 6/1.

Djokovic teve trabalho apenas no segundo set contra o número seis do mundo
Reuters
Djokovic teve trabalho apenas no segundo set contra o número seis do mundo

Agora, Novak terá pela frente o suíço Roger Federer, número 2 do mundo, confiante após uma bela vitória sobre seu compatriota Stanistas Wawrinka, onde esbanjou categoria e diversidade de golpes em mais um show.

Ciente da boa fase do adversário, o sérvio acredita que pode barrar o rival, que chega à sua oitava semifinal no Grand Slam. "Sei que tenho grandes chances, Federer é um dos melhores do mundo e tenho total certeza de que será muito difícil", contou Djokovic.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.