Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Djokovic utiliza câmara hiperbárica para se recuperar

Aparelho, que custa 75 mil dólares, ajuda o tenista melhorando a circulação e gerando mais glóbulos vermelhos

EFE |

Um dos segredos mais bem guardados do sérvio Novak Djokovic foi revelado nesta segunda-feira pelo jornal The Wall Street Journal, que publicou que o tenista número um do mundo utiliza uma câmara hiperbárica para se recuperar melhor. A máquina simula condições de altitude, gera maior número de glóbulos vermelhos, regenera o ácido láctico e melhora a circulação sanguínea e o fundo físico.

A câmara custa 75 mil dólares, foi fabricada por uma companhia californiana e, segundo o jornal, não foi proibida por federação esportiva alguma, e só há 20 modelos desse tipo no mundo.

A máquina trabalha com uma válvula computadorizada e uma bomba a vácuo que simula uma grande altitude e serve para comprimir os músculos a intervalos rítmicos.

De acordo com o jornal, Djokovic utiliza a câmara há quatro anos. "Ajuda realmente, não os músculos, mas principalmente para se recuperar após uma partida cansativa. É como uma nave especial com uma tecnologia muito avançada" afirmou o tenista.

Leia tudo sobre: tênisdjokovic

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG