Sérvio superou o australiano, ex-número 1 do mundo e favorito da torcida, por 3 sets a 1

O sérvio Novak Djokovic teve mais trabalho do que imaginava, mas eliminou o local Lleyton Hewitt e frustrou a torcida no Aberto da Austrália. Após vencer o embate disputado na manhã desta segunda-feira, o tenista de Belgrado encara o espanhol David Ferrer , contra quem tem um retrospecto marcado pelo equilíbrio.

Leia também: Murray se classifica para quartas do Aberto da Austrália

Djokovic, principal favorito ao título, precisou de quatro sets para bater Hewitt por 6/1, 6/3, 4/6 e 6/3. A terceira parcial, vencida pelo australiano com o apoio da torcida, durou quase uma hora. O sérvio disparou 15 aces e 55 winners, além de ter aproveitado oito de 12 break-points. Assim, somou a quinta vitória em seis jogos contra o ex-número 1 do mundo.

Djokovic comemora após eliminar o australiano Lleyton Hewitt do Aberto da Austrália
AFP
Djokovic comemora após eliminar o australiano Lleyton Hewitt do Aberto da Austrália

Cabeça de chave número 5, Ferrer venceu Richard Gasquet, 17º pré-classificado, por 6/4, 6/4 e 6/1. Eficiente, o espanhol converteu 40 dos 46 pontos depois de encaixar o saque inicial, aproveitou sete de nove break-points e acertou 18 de 21 subidas à rede. Em sete jogos com o freguês francês, o tenista contabiliza seis vitórias.

Em um confronto direto extremamente equilibrado, Novak Djokovic e David Ferrer já travaram 11 encontros no Circuito da ATP entre as temporadas de 2004 e 2011. O sérvio tem seis triunfos e levou a melhor na única partida no Aberto da Austrália, nas quartas de final de 2008, mas o espanhol ganhou o jogo oficial mais recente, no ATP Finals-2011 .

Aos 24 anos, Novak Djokovic busca o terceiro título em Melbourne, uma vez que venceu o francês Jo-Wilfried Tsonga na final de 2008 e o escocês Andy Murray na decisão do ano passado. Já David Ferrer, 29 anos e quinto do mundo, vem do título do ATP 250 de Auckland e parou na semifinal da edição de 2011 do Aberto da Austrália, diante de Murray.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.