Número um do mundo afirma que está recuperado das dores no ombro, e culpa ‘calendário cheio’ por contusão

O sérvio Novak Djokovic assegura que está recuperado da contusão no ombro direito
Felipe Rocha
O sérvio Novak Djokovic assegura que está recuperado da contusão no ombro direito
O melhor tenista da temporada 2011 entra na sala de entrevistas, senta em uma poltrona cercado por jornalistas do mundo inteiro e antes de qualquer pergunta, avisa: “É confortável aqui, gostei”.

Novak Djokovic estava à vontade em sua entrevista coletiva neste sábado, na Arena O2, em Londres, a primeira concedida pelo sérvio antes do ATP Finals. O número 1 do mundo disse que também se sentiu confortável durante os últimos treinamentos, sem as dores no ombro direito que o incomodavam desde o Aberto dos Estados Unidos, em setembro.

Veja também:  ATP Finals encerra temporada de domínio inédito dos tenistas "top 4"

“Venho sacando sem dores nos últimos três dias, o ombro está bem neste momento, posso dizer que estou recuperado e pronto para competir. Acho que estarei cem por cento nos jogos desta semana”, afirmou o sérvio.

Com apenas quatro derrotas sofridas na temporada, em 73 jogos disputados, Djokovic acusa o calendário como principal vilão de sua contusão.

Leia também:  Federer e Nadal caem no mesmo grupo no ATP Finals

“É um calendário cheio e os jogadores têm encontrado muitas dificuldades para estar em forma e jogar a 100% em cada torneio, especialmente no fim da temporada. Com todo o respeito ao tênis jogado há 20 anos, hoje o tênis é muito mais físico e temos que estar abertos a mudanças (no calendário)”, afirmou.

Independentemente dos resultados em Londres, Djokovic vai terminar 2011 no topo do ranking. O ano do sérvio beira a perfeição: dez títulos conquistados, entre eles três Grand Slams (Aberto da Austrália, Wimbledon e Aberto dos Estados Unidos), além de cinco Masters 1000. “Evidente que chego (ao ATP Finals) mais confiante do que nos anos anteriores, por causa do ano que tive. Hoje tenho muito mais confiança em meu jogo”, completou.

Com o habitual bom humor, o sérvio respondeu aos jornalistas ingleses como é a sensação de voltar a Londres como o atual campeão de Wimbledon. “Estava até pensando em passar em Wimbledon e tomar uma xícara de chá, afinal agora sou um membro do clube (risos)”, brincou o tenista, que disse guardar em casa a rede da final do Grand Slam britânico.

Novak Djokovic estreia no ATP FInals nesta segunda-feira, às 18h de Brasília, contra o tcheco Tomas Berdych.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.