Sérvio número 2 do mundo acumulou 34ª vitória em 34 jogos no ano com 6/4 e 6/1 no Masters 1000 de Roma

O sérvio Novak Djokovic manteve o embalo, mostrou uma superioridade nítida e derrotou, com facilidade, o suíço Stanislas Wawrinka nesta quinta-feira. A partida terminou em 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/1. Com o resultado, o tenista somou a 34ª vitória consecutiva na temporada e garantiu vaga nas quartas de final do Masters 1000 de Roma .

No primeiro set, o versátil Djoko estudou o estilo de jogo do adversário e alternou, inicialmente, games com o suíço. Mas, quando teve a oportunidade de quebra, não desperdiçou. Na parcial seguinte, Wawrinka sentiu na pele o arsenal imenso de jogadas do atual vice-líder do ranking mundial e virou presa fácil.

Encurralado, o suíço não conseguiu oferecer resistência e quase tomou um pneu (6/0). No sexto game, Nole abusou do preciosismo e tirou o oponente do zero. Mas, antes disso, o sérvio, com o saque em mãos, deu um show à parte. Perdendo por 15/40, o tenista acertou dois winners consecutivos (um por backhand, outro por forehand), salvou dois break points e evitou a quebra.

Na próxima fase do saibro de Roma, o imbatível Djokovic terá pela frente o sueco Soderling. O atual número cinco da ATP bateu, também nesta quinta-feira, o espanhol Nicolas Almagro por 2 sets a 1, parciais de 6/3, 3/6 e 6/4.

No retrospecto entre ambos, o sérvio leva ligeira vantagem: 5 a 1. No entanto o vencedor do último confronto, realizado no ATP Finals de 2009, foi o sueco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.