Tenista sérvio e a fundista Vivian Cheruiyot são os vencedores da premiação. Brasileiro foi premiado por seu trabalho social

selo

Djokovic leva Laureus de melhor esportista de 2011
Getty Images
Djokovic leva Laureus de melhor esportista de 2011
O tenista Novak Djokovic e a fundista Vivian Cheruiyot foram os vencedores do prêmio Laureus, considerado o Oscar do esporte mundial, em sua 13ª edição. A cerimônia foi realizada nesta segunda-feira, em Londres, na Inglaterra, onde acontecerá os Jogos Olímpicos, no meio do ano. Cada qual em sua especialidade, o sérvio e a queniana foram imbatíveis em 2011. pelo Brasil, o premiado foi raí, pelo trabalho social com a Fundação Gol de Letra.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Djokovic conquistou três torneios de Grand Slam na temporada passada, com vitórias no Aberto da Austrália, Wimbledon e US Open (neste ano, já garantiu novamente o título do torneio australiano), tirando o espanhol Rafael Nadal, o campeão do Laureus de 2010, da liderança do ranking mundial da ATP. Para 2012, já afirmou que tem como metas a inédita vitória em Roland Garros, na França, e a conquista da medalha de ouro olímpica, que ficou com Nadal em Pequim, na China, em 2008.

Leia também: Djokovic bate Nadal na final mais longa da história dos Grand Slams

O tenista bateu cinco competidores fortíssimos. Na lista estavam o jamaicano Usain Bolt , que revalidou seus títulos mundiais nos 200 metros e no 4x100m em Daegu, na Coreia do Sul; o ciclista australiano Cadel Evans , campeão da última Volta da França; o argentino Lionel Messi , que venceu o Campeonato Espanhol, a Liga dos Campeões da Europa e o Mundial de Clubes da Fifa com o Barcelona ; além do ala-pivô alemão Dirk Nowitzki , que conquistou o inédito título da NBA com o Dallas Mavericks e o compatriota Sebastian Vettel , bicampeão da Fórmula 1 com a Red Bull.

Acesse o blog do Paulo Cleto e leia mais sobre tênis

Já Vivian se destacou no Mundial de Daegu, em agosto passado, ao conquistar o ouro nos 5 mil e nos 10 mil metros. Ela também venceu o Mundial de Cross-Country. A vitória foi um "reconhecimento" tardio da excelente temporada da queniana, que acabou preterida na premiação da Federação Internacional de Atletismo (Iaaf), em uma decisão considerada injusta - a campeã foi Sally Pearson, da Austrália, que compete na prova de 100 metros com barreira.

Veja ainda: Site exibe possível nova camisa do Barcelona

Vivian superou outra estrela de atletismo ao ficar com o Laureus. Também concorria a norte-americana Carmelita Jeter, que conquistou os títulos mundiais dos 100 metros e do revezamento 4x100m. A tenista Petra Kvitova, que venceu o Torneio de Wimbledon; a japonesa Homare Sawa, campeã mundial de futebol e eleita a melhor do mundo pela Fifa; além da esquiadora alemã Maria Hofl-Riesch e a golfista Yani Tseng, de Taiwan, foram as outras indicadas.

Prêmio para o Brasil

Raí recebe o prêmio Laureus por seu trabalho com a Fundação Gol de Letra
Getty Images
Raí recebe o prêmio Laureus por seu trabalho com a Fundação Gol de Letra

Raí também foi agraciado na cerimônia em Londres. O ex-jogador de São Paulo, Paris Saint-Germain e seleção brasileira recebeu o prêmio "Sport for Good", em que foi reconhecido seu trabalho com a Fundação Gol de Letra. A entidade está presente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Raí tem como parceiro na empreitada seu ex-colega de futebol Leonardo, que atualmente trabalha como gerente de futebol no Paris Saint-Germain.

No prêmio pela melhor equipe de 2011, o agraciado foi o Barcelona, que encantou o mundo com seu futebol e conquistou três importantes títulos. Pela quarta vez na carreira, o surfista norte-americano Kelly Slater venceu o prêmio de melhor nos esportes radicais. Entre os atletas paraolímpicos, o vencedor foi o velocista sul-africano Oscar Pistorius. Nesta categoria, o Brasil concorria com o nadador Daniel Dias e a corredora Terezinha Guilhermina.

Nas três categorias restantes, os vencedores foram: o golfista norte-irlandês Darren Clarke (melhor retorno do ano), o também golfista norte-irlandês Rory McIlroy (melhor revelação) e o ex-jogador de futebol inglês Bobby Charlton (prêmio pela carreira).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.