Tamanho do texto

Na terceira rodada, o rival do sérvio será o vencedor do duelo entre o cipriota Marcos Baghdatis e o italiano Andreas Seppi

O sérvio Novak Djokovic conquistou mais uma vitória este ano. Na segunda rodada de Wimbledon , passou sem problemas pelo sul-africano Kevin Anderson, por 3 a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/2. O segundo melhor tenista do mundo perdeu apenas um jogo na temporada: a semifinal de Roland Garros para o suíço Roger Federer.

Ricardo Mello cai diante de Michael Llodra Wimbledon

Djokovic cometeu apenas 11 erros não forçados contra 18 do adversário e teve 28 bolas vencedoras versus 22. A grande diferença foi na conversão de chances de quebra. O sérvio concretizou cinco das nove que teve, enquanto o sul-africano apenas uma de quatro.

No melhor momento de sua carreira, Djokovic conquistou sete títulos, incluindo o Aberto da Austrália, e busca sua primeira final no Aberto de Londres. Ele parou na semifinal duas vezes, em 2007 e 2010.

Na terceira rodada, o adversário será o vencedor do duelo entre o cipriota Marcos Baghdatis e o italiano Andreas Seppi. O sérvio nunca perdeu para nenhum dos dois: ganhou quatro vezes do trigésimo do ranking e seis do trigésimo oitavo. 

Anderson é 36º colocado na ATP e faz boa temporada. Foi eliminado pelo norte-americano Andy Roddick na semifinal do ATP 250 de Brisbane, caiu para o próprio Djokovic nas quartas de final do Masters 1000 de Miami e venceu o ATP 250 de Johanesburgo. Foi o primeiro título da sua carreira.

O eslovaco Karol Beck superou o espanhol Guillermo Garcia-Lopez por 3 a 1, com parciais de 7/6, 6/4, 3/6 e 6/4 e enfrenta o vencedor de David Ferrer contra Ryan Harrison.