"Sabíamos que seria difícil. No papel, nos colocavam como favoritos além do que realmente éramos", disse

Principal tenista argentino na atualidade, Juan Martin Del Potro foi destaque dos duelos entre seu país e a Croácia na Copa Davis. Após vencer Marin Cilic por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/2 e 6/1 , e garantir a Argentina nas semifinais da competição, o décimo colocado do Ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) afirmou que foi difícil participar do torneio.

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

"A verdade é que este momento é algo muito charmoso. Foi muito difícil ir à quadra nos dois dias. A ajuda dos torcedores e da equipe foi fundamental. As pessoas foram meu melhor remédio", disse.

Del Potro comemora a vitória que garantiu a Argentina na semi da Davis
EFE
Del Potro comemora a vitória que garantiu a Argentina na semi da Davis

VEJA AS MELHORES FOTOS DA COPA DAVIS NESTE FIM DE SEMANA

Rival de Cilic há muito tempo, Del Potro não poupou elogios ao adversário. Segundo o argentino, o croata é um tenista muito perigoso e que, apesar do cansaço, conseguiu realizar um jogo de igual para igual.

"Ele é muito perigoso, tem um jogo bastante parecido com o meu. O conheço desde que tinha 12 anos. Eu precisava vencer para não pensar em como ele estava. Apesar do cansaço, ele jogou de igual para igual, e isso é algo para ser valorizado", completou.

Por último, Del Potro ressaltou a dificuldade do embate com a Croácia. Mesmo com a Argentina sendo apontada como favorita absoluta, os tenistas comandados por Martín Jaite não esperavam por jogos fáceis.

Leia mais:  Berdych e Del Potro colocam República Tcheca e Argentina na semi

"Sabíamos que seria difícil. No papel, nos colocavam como favoritos além do que realmente éramos. Mas estávamos conscientes dos rivais que enfrentaríamos e que poderíamos passar por momentos complicados", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.