Tenista é nascido no Rio de Janeiro, mas foi seduzido pela federação escandinava aos 16 anos, embora ainda possa defender o Brasil

O carioca Christian Lindell perdeu, nesta segunda-feira, para o norte-americano John Isner, na estreia da Suécia na Copa do Mundo de Dusseldorf, na Alemanha. A partida teve fim em 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/1.

Ainda sem decidir por qual país defenderá, Lindell (nascido no Rio de Janeiro, porém seduzido pela federação escandinava aos 16 anos) disputou sua primeira partida sob a bandeira da Suécia. O fato, no entanto, não interfere no entrave pois a competição não faz parte do circuito da ATP (Associação de Tênis Profissional).

Atual número cinco do mundo, Soderling, horas mais tarde, empatou o cômputo com os Estados Unidos, ao superar, de virada, Sam Querrey por 2 sets a 1, parciais de 5/7, 7/5 e 6/7 (7-3). Lindell voltará às quadras germânicas na terça-feira, quando terá pela frente o argentino Juan Ignacio Chela.

Brasil tenta convencê-lo
João Zwetsch, capitão do Brasil na Copa Davis (principal torneio entre seleções), já tentou diversas vezes convencer Lindell a fazer jus às suas raízes. Mas a situção parece não ser muito favorável à nação tupiniquim. O jovem, de 19 anos, afirmou, no final de abril, que uma boa atuação no saibro alemão tornaria irreversível uma naturalização sueca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.