Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Confira algumas curiosidades sobre o Aberto da Austrália

iG seleciona singularidades do primeiro Grand Slam da temporada, que chega a sua 99ª edição

Pedro Taveira, iG São Paulo |

Iniciado em 1905 para os homens, o Aberto da Austrália chega a sua 99ª edição neste ano. Isso porque o torneio não foi disputado entre 1916 e 1918, em virtude da I Guerra Mundial, e entre 1941 e 1945, devido à II Guerra. A primeira participação das mulheres foi em 1922.

Em 1986, o Grand Slam também não foi realizado por causa de uma mudança em seu calendário: visando atrair mais atletas internacionais, a organização mudou a data da competição para janeiro - até então era em dezembro. Assim, ele voltou a ser jogado em 1987.

O ano de 1977 foi o único em que foram realizados dois Abertos da Austrália. O primeiro, em janeiro, teve como principais cabeças de chave tenistas internacionais, mas o segundo, em dezembro, fracassou na tentativa de atrair as grandes estrelas.

A melhor campanha do Brasil na história da competição foi o vice-campeonato de Maria Esther Bueno. Em 1965, ainda na época do amadorismo, ela perdeu para a anfitriã Margaret Smith.

Até 1987, o Aberto da Austrália era disputado na grama. Somente a partir do ano seguinte que as quadras passaram a ter superfície dura.

O australiano Roy Emerson é o recordistas de títulos do torneio com seis troféus. Na Era Aberta, o posto de maiores campeões é dividido pelo norte-americano André Agassi e pelo suíço Roger Federer, que pode ultrapassá-lo em 2011. Entre as mulheres, Margaret Smith aparece com 11 conquistas. Dominante na Era Aberta, a americana Serena Williams tem cinco.

Realizado em Melbourne em 1905, o Aberto passou por diversas cidades da Austrália ao longo de sua história. Só passou a ser fixo em sua sede original a partir de 1972.
 

Leia tudo sobre: TênisAberto da Austrália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG