Suíço superou o espanhol David Ferrer por 2 a 0 e se garantiu na decisão do ATP Finals, em Londres

Neste sábado, Roger Federer encarou o David Ferrer pela 12ª em sua carreira e manteve sua invencibilidade diante do espanhol. Na semifinal do ATP Finals, disputado em Londres, o suíço garantiu uma vitória por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/3 e confirmou sua vaga na grande final do torneio.

Com o triunfo, Federer retomou o posto de número 3 do mundo. Neste torneio, o suíço soma três vitórias na fase de grupos e, com a classificação para a final, soma agora 7.770 pontos contra 7.380 do britânico Andy Murray. Além da ascensão no ranking da ATP, Federer ampliou sua série invicta, ostentando agora 16 vitórias seguidas.

Veja o melhor do tênis no blog do Paulo Cleto

Na primeira parcial, ambos os lados apresentaram um forte ritmo de jogo, porém, diferenciando-se com seu saque preciso e aproveitando os erros de Ferrer, Federer fechou o set em 7/5.

Apesar da dificuldade no começo do jogo, o suíço não encontrou a mesma resistência do espanhol no segundo set e rapidamente conseguiu quebrar o serviço do rival. Abrindo vantagem com facilidade, Federer apenas administrou seu bom momento para despachar o adversário pelo placar de 6/3 na segunda parcial.

Conheça as manias e segredos dos melhores tenistas do mundo

Agora, o novo número 3 do mundo espera a definição do confronto entre o tcheco Tomas Berdych, sétimo no ranking da ATP, contra o francês Jo-Wilfried Tsonga, número 6 e algoz de Rafael Nadal no torneio realizado em solo londrino. A partida está marcada para este sábado, enquanto a final será realizada no domingo, às 15h30 (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.