Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Clijsters prega cautela contra Li na final do Aberto da Austrália

Belga ficou preocupada com a boa atuação da chinesa contra a líder do ranking, Caroline Wozniacki, na semifinal

Gazeta |

Depois de sete anos, Kim Clijsters está de volta à final do Aberto da Austrália. A belga, que foi vice-campeã do torneio australiano em 2004, passou pela russa Vera Zvonareva e terá na decisão a chinesa Na Li, que disputará a sua primeira final de Grand Slam. Apesar do amplo favoritismo, Clijsters prega cautela contra a rival.

"É um sentimento agradável poder disputar mais uma final de Grand Slam", disse Clijsters, que é atual bicampeã do Aberto dos Estados Unidos. Esta partida pode ter um gostinho de revanche para a belga, já que Li a venceu na final do WTA de Sydney, na semana anterior ao Major australiano.

"Lembro que estava com 5/0 no primeiro set e deixei ela se recuperar na partida, assim como fez hoje (quinta-feira)", declarou a belga, ressaltando o poder de recuperação de Li contra Caroline Wozniacki, número um do mundo, na outra semifinal. Clijsters ainda comparou o estilo de jogo da rival ao seu.

"Acho que somos jogadoras muito parecidas e temos várias coisas em comum dentro de quadra. Ela está jogando com muita confiança, assim como eu, e por isso acho que será um grande jogo", afirmou a belga, que comemorou mais uma vitória sobre Zvonareva. O último encontro com a russa em um Grand Slam havia sido na final do Aberto dos Estados Unidos do ano passado, quando Clijsters saiu de quadra campeã.

"Estou feliz com a maneira como eu joguei, por ter conseguido elevar o meu nível contra uma oponente contra a qual eu precisava ser muito consistente para avançar", ponderou a cabeça de chave três em Melbourne Park.

Com a vitória sobre Zvonareva, atual dois do ranking, Clijsters ultrapassará a russa na lista da WTA, se tornando a nova número dois do mundo na próxima segunda-feira. Pronta para conquistar mais um título de Grand Slam, a belga admitiu sentir algumas dores depois da maratona de jogos.

"Sinto algumas dores que preferiria não sentir, mas acredito que neste estágio do torneio todo mundo está com algumas dores musculares. É difícil dizer um número, mas espero estar 100% [na final]. É assim que vou tentar estar", concluiu.

Leia tudo sobre: WTAKim ClijstersNa LiAberto da Austrália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG