Tamanho do texto

Tenista, que nunca venceu um Grand Slam, diz que "não se chega ao número um vencendo pequenos torneios"

Caroline Wozniacki chegou ao topo do ranking da WTA sem ter vencido nenhum Grand Slam e se favoreceu da lesão de Serena Williams, que tirou a norte-americana de combate desde Wimbledon do ano passado. Cabeça de chave um no Aberto da Austrália, a dinamarquesa garante "não ter nada a provar" no torneio.

"Tive grandes resultados, você não chega ao número um vencendo pequenos torneios", disparou Wozniacki. "Não tenho que provar nada aqui". Em 2010, a tenista venceu seis dos 12 torneios que disputou. Assim como ela, Dinara Safina e Jelena Jankovic também chegaram ao topo sem vencer um dos quatro maiores torneios do circuito.

O início de 2011 não está sendo dos melhores para a dinamarquesa. Wozniacki perdeu exibições para Kim Clisjters, número três do mundo, e Vera Zvonareva, segunda colocada no ranking. Além disso, a tenista caiu na primeira rodada do WTA de Sydney diante Dominica Cibulkova nesta semana.

Apesar dos resultados pouco satisfatórios, a musa garantiu estar pronta para o Aberto da Austrália, que tem início nesta segunda. "Isso não me afetou. Tenho treinado muito, jogado sets e partidas. Estou me sentindo em perfeita forma e ansiosa pelas próximas duas semanas", concluiu.

Número um do mundo, Wozniacki terá uma estreia complicada no Grand Slam australiano. A dinamarquesa irá enfrentar a perigosa argentina Gisela Dulko, líder do ranking de duplas e 48ª na lista de simples.