Número um da ATP, tenista sérvio chegou à sua quarta derrota no ano no torneio disputado na Basiléia

Japonês se aproveitou do cansaço do número um da ATP para garantir vaga na final em Basiléia
Getty Images
Japonês se aproveitou do cansaço do número um da ATP para garantir vaga na final em Basiléia
Cansado na temporada em que assumiu a liderança do ranking mundial, o sérvio Novak Djokovic foi derrotado por Kei Nishikori na tarde deste sábado. Na semifinal do ATP 500 de Basileia, o japonês se aproveitou das condições físicas do favorito com direito a 'pneu' na última parcial: 2/6, 7/6 (7-4) e 6/0.

Veja também:  Análises e opinião no blog do Paulo Cleto

Aos 21 anos, Nishikori, atual 32º colocado do ranking mundial, buscará o segundo título de sua carreira diante do vencedor do confronto entre o astro Roger Federer e Stanislas Wawrinka, dois tenistas que contarão com o apoio dos torcedores suíços na decisão da taça. Campeão em Delray Beach-2008, o japonês ainda foi vice em Houston-2011.

Em 2011, Novak Djokovic, 24 anos, ganhou 10 das 11 decisões que disputou, entre elas o Aberto dos Estados Unidos, Wimbledon e o Aberto da Austrália, performance que rendeu um faturamento de aproximadamente de US$ 10, 6 milhões somente nesta temporada.

Leia mais: Ivanovic avança à final e vai em busca do bi em Bali

Na Suíça, Djokovic perdeu apenas a quarta partida em 2011. As outras derrotas foram: na Copa Davis, contra o argentino Juan Martin Del Potro, e na decisão do Masters 1000 de Cincinnati, contra o britânico Andy Murray, ele abandonou por lesão. Já na semifinal de Roland Garros, jogou até o final, mas caiu diante de Roger Federer.

Djokovic ganhou dez das onze decisões que disputou no ano
Getty
Djokovic ganhou dez das onze decisões que disputou no ano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.