Confrontos serão em casa. No ano passado, os russos eliminaram os brasileiros do torneio por equipes

selo

Sorteio realizado nesta quarta-feira pela Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), em Londres, definiu que o Brasil irá enfrentar a Rússia na repescagem do Grupo Mundial da Copa Davis . Os brasileiros foram derrotados pelos russos na mesma fase da competição , no ano passado, e agora reencontrarão os adversários com a vantagem de jogar em casa, pois em 2011 o embate entre os dois países aconteceu em Kazan (RUS) e a Davis obriga alternância de mandantes. 

Deixe seu recado e comente com outros torcedores

A reedição do duelo entre as duas nações irá acontecer entre os dias 14 e 16 de setembro, em cidade e piso que serão anunciados pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT) após escolha definida pelo capitão João Zwetsch e os tenistas do País. 

Bellucci comemora ponto marcado na vitória que classificou o Brasil aos palyoffs da Davis
Reuters
Bellucci comemora ponto marcado na vitória que classificou o Brasil aos palyoffs da Davis

VEJA COMO FORAM OS CONFRONTOS DA DAVIS NA GALERIA DE FOTOS

No ano passado, o Brasil vendeu caro uma derrota por 3 a 2 para a Rússia , em Kazan, onde os donos da casa só conseguiram assegurar a vitória no derradeiro quinto confronto da série melhor de cinco jogos da repescagem. 

Relembre: Russos vencem, e Brasil fica fora do Grupo Mundial da Copa Davis

Este será o sétimo ano seguido em que o Brasil lutará para voltar ao Grupo Mundial da Copa Davis, sendo que o País não disputa a elite da competição desde 2003, quando Gustavo Kuerten ainda figurava como grande destaque do time nacional. Os brasileiros se garantiram em mais uma repescagem da competição ao derrotarem a Colômbia por 4 a 1, no último final de semana, em São José do Rio Preto. 

Liderado por Thomaz Bellucci , atual 44.º colocado da ATP, o Brasil não pode reclamar do destino que ganhou no sorteio desta quarta, pois, além de ter a vantagem de jogar em casa, terá pela frente uma Rússia cujos tenistas hoje estão longe de serem protagonistas no circuito profissional. 

Veja análises e comentários do tênis no Blog do Paulo Cleto

E, para completar, Mikhail Youzhny, atual 35.º do mundo e hoje tenista número 1 da Rússia, anunciou que se aposentou da Davis. Com isso, as principais esperanças do rival para o confronto diante dos brasileiros deverão ser depositadas no ex-top 10 Nikolay Davydenko, hoje 38.º da ATP, e em Alex Bogomolov, o 40.º. Atrás deles aparecem como opções Dmitry Tursunov, 75.º no ranking, Igor Kunitsyn, 91.º, e Igor Andreev, 100.º. 

O sorteio realizado nesta quarta definiu também os outros sete confrontos válidos pela repescagem da Davis. Eles serão os seguintes: Casaquistão x Usbequistão, Alemanha x Austrália, Japão x Israel, Bélgica x Suécia, África do Sul x Canadá, Itália x Chile e Holanda x Suíça. Todos estes duelos serão disputados também entre 14 e 16 de setembro, quando acontecerão as semifinais do Grupo Mundial com os confrontos Espanha x Estados Unidos e Argentina x República Checa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.