O sorteio das chaves do Brasil Open neste sábado colocou os dois melhores tenistas do País em rota de colisão

Getty Images
Thomaz Bellucci após eliminação do Aberto da Austrália
Quarto cabeça de chave, Bellucci estreará direto na segunda rodada, enquanto Ricardo Mello precisará superar o espanhol Pere Riba para confirmar o confronto brasileiro. "Tenho um jogo duro pela frente, mas será uma pena se esse confronto brasileiro acontecer já na segunda rodada", lamentou Mello, atual número 100 do ranking. 

João Souza, por sua vez, fará sua estreia diante do experiente romeno Victor Hanescu, 93º do mundo. "Enfrentei o Hanescu há dois anos no Brasil Open mesmo e perdi. Ele é um tenista experiente, já jogou os principais torneios do circuito e teve um ranking muito melhor do que o atual [foi 26º]. Mas agora estou mais velho, mais preparado, e terei o apoio da torcida e da família", comentou o atual número 98 do ranking. 

Leia também:  Bellucci prioriza Olimpíadas e sonha com título e marco na carreira

Um dos destaques da chave, o ex-número 1 do mundo Juan Carlos Ferrero fará seu primeiro jogo em São Paulo diante do argentino Leonardo Mayer. David Nalbandian, por sua vez, jogará contra o francês Benoit Paire. Se vencer, cruzará contra outro francês, o cabeça de chave Gilles Simon. Prestes a se aposentar, o chileno Fernando González enfretará um tenista vindo do qualifying. 

Leia tudo sobre a tênis no blog do Paulo Cleto

Além de Bellucci, folgam na primeira rodada os cabeças de chave Nicolás Almagro, principal favorito ao título, e Fernando Verdasco, ambos da Espanha, e Gilles Simon.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.