Tamanho do texto

Após quatro horas e 36 minutos, brasileiro é superado por Jan Hernych e não alcança inédita terceira fase do Aberto da Austrália

Thomaz Bellucci está fora do Aberto da Austrália. Em batalha de quatro horas e 36 minutos, o brasileiro perdeu na madrugada desta quinta-feira para o tcheco Jan Hernych, apenas o número 241 do ranking da ATP, por 3 sets a 2, com parciais de 6/2, 6/7 (11-13), 6/4, 6/7 (3-7) e 8/6. O tenista número 1 do país perdeu a chance de avançar pela primeira vez à terceira rodada do primeiro Grand Slam da temporada.

Assim como em 2010, Bellucci foi eliminado na segunda fase em Melbourne. No ano passado, porém, a derrota ocorreu quando ele não possuía status de franco favorito – caiu diante do norte-americano Andy Roddick, então sétimo melhor tenista do mundo e muito mais gabaritado do que Hernych. Por atingir o mesmo estágio que na edição passada, o brasileiro, atual 30º colocado no ranking, não somará pontos e deverá cair para o 31º posto.

"Foi duríssimo, o tcheco jogou reto o tempo inteiro. Lutei até o final, mudei minha característica, mas quanto mais forte eu entrava no ponto, melhor ele contra-atacava", lamentou-se Bellucci. "Fiz de tudo. O jogo poderia ir para qualquer um, mas o tcheco acabou fechando com uma paralela na linha".

Larri Passos, técnico do brasileiro desde dezembro, elogiou a postura guerreira de seu pupilo. "Thomaz não desistiu em nenhum momento. Não posso reclamar de nada", disse o treinador, que, por outro lado, assinalou onde Bellucci precisa evoluir. "Alguns detalhes de posicionamento ainda precisam ser acertados, principalmente quando ele joga com profundidade".

Hernych, atleta de 31 anos e 1,91m, passou por três rodadas de qualifying para entrar na chave principal do Aberto da Austrália e já havia surpreendido o uzbeque Denis Istomin, 41º do mundo, na primeira rodada. Na próxima fase, irá medir forças com o sueco Robin Soderling, quarto cabeça de chave da competição.

O jogo
O primeiro set foi totalmente dominado por Hernych. Enquanto o tcheco se exibia em bom nível, Bellucci demorou a entrar, de fato, em quadra. Forçando muito o saque – anotou 25 aces no confronto –, o brasileiro errou muito nos primeiros pontos. O adversário conseguiu quebrar seu saque por duas vezes seguidas e logo abriu 5/0 de vantagem. Bellucci bem que tentou reagir ao confirmar seu primeiro saque e devolver uma das quebras, mas voltou a ser derrubado e a parcial ficou em 6/2.

Já no segundo set foi nítida a subida de rendimento de Bellucci. Ele seguia com dificuldades para lidar com o serviço de Hernych, mas pelo menos confirmou todos os seus. A parcial foi definida somente no tie-break, quando cada um dos jogadores teve três set points em mãos. No final, o brasileiro errou menos, anotou 13-11 e igualou o duelo.

Jan Hernych, número 241 do ranking da ATP, fez sua segunda vítima na chave principal do Aberto da Austrália
Reuters
Jan Hernych, número 241 do ranking da ATP, fez sua segunda vítima na chave principal do Aberto da Austrália
O terceiro set foi o mais movimentado de todos. Foram cinco quebras de saque ao todo, com o tcheco levando a melhor. No quarto, os tenistas também trocaram quebras de serviço, mas desta vez a definição foi novamente levada para o tie-break. Mais esperto do que no desempate anterior, Bellucci ganhou quatro pontos em sequência, fechou em 7-3, e tornou a empatar a partida.

De tão equilibrado, o quinto e decisivo set só não foi mais longo do que o segundo – durou mais de uma hora. O jogo se desenrolou sem quebras de saque até seu último game. Bellucci sacava em 6/7 – o último set não possui tie-break – quando deixou Hernych abrir 15-40, duplo match point. O brasileiro conseguiu se salvar do primeiro, mas não teve a mesma sorte no segundo e foi eliminado.