"É muito frustrante chegar aqui e perder dessa maneira. Agora, é treinar ainda mais", disse o tenista

O brasileiro Thomaz Bellucci decepcionou os fãs outra vez na noite desta quinta-feira. Depois de treinar logo após a partida de estreia, ele enfrentou o argentino Juan Ignacio Chela e, depois de uma torção no tornozelo, perdeu fácil por 2 sets a 0 (6/1 e 6/2), caindo mais uma vez na fase quartas de final. O número 37 do mundo, no entanto, não creditou seu revés à lesão, e sim ao seu mau desempenho, assumindo a culpa pelo placar.

"Tomei um antiinflamatório e não foi isso o que me atrapalhou", sintetizou. "Não tem desculpa para o meu desempenho, simplesmente não joguei nada hoje. Não consegui encaixar minhas bolas, estava um pouco perdido em quadra. Ele não me deu espaço e quando deu, errei todas as bolas", relatou.

Bellucci era considerado favorito para avançar de fase no confronto contra o argentino que está duas posições abaixo no ranking mundial - ainda que já tenha atingido a 15ª colocação - e reconheceu a decepção por não corresponder às expectativas.

"Estou me sentindo muito mal porque a torcida encheu a arquibancada para me ver e eu não consegui mostrar um nível razoável de tênis. Tentei de tudo, mas não era o meu dia", explicou Bellucci, que mostrou-se um tanto desnorteado após a surpreendente derrota.

"Fico muito chateado porque tenho treinado praticamente todo dia desde novembro, praticamente sem folga, e é muito frustrante chegar aqui e perder dessa maneira. Agora, é treinar ainda mais", lamentou.

O próprio Chela mostrou-se surpreso com a atuação do brasileiro, a quem também considerava favorito, e comemorou o fato de seguir vivo na competição.

"Estive muito bem durante todo o jogo e não entendi bem o que aconteceu com o Bellucci, que é um grande jogador. Estou feliz por ter alcançado esta fase do torneio e espero um jogo muito difícil. Eu me sinto bem para chegar à final. Tem tudo para ser um excelente espetáculo", comentou Chela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.