Melhor brasileiro do ranking ainda tem oportunidade de se tornar um dos 32 cabeças de chave

O Brasil já tem dois tenistas garantidos na chave principal do Grand Slam de US Open. Com a atualização do ranking desta segunda-feira, os paulistas Thomaz Bellucci e Ricardo Mello asseguraram a credencial de maneira direta.

Bellucci ocupa atualmente a 33ª posição da ATP (Associação de Tênis Profissional) e, para se tornar um dos 32 cabeças de chave, terá que protagonizar boas campanhas na temporada norte-americana - que será composta por quatro torneios seguidos em quadra rápida.

O canhoto iniciará sua quarta edição em Flushing Meadows, em Nova York. Em todas, avançou apenas uma rodada.

Ricardo Mello, atual número 89 do ranking mundial, é outro que tem presença certa no torneio. Além disso, ele também partirá para a quarta participação. Seu melhor desempenho foi em 2004, quando avançou até a terceira rodada.

Quem ainda pode entrar na competição é João Olavo 'Feijão'. O jovem verde-amarelo ocupa apenas o 110º posto e está a nove desistências da chave principal. A outra alternativa do alteta é disputar o qualifying, igual aos compatriotas Rogério Silva, Júlio Silva, Fernando Romboli e Ricardo Hocevar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.