Tamanho do texto

Depois de vitória sobre Ricardo Mello, brasileiro tenta classificação inédita para terceira fase do primeiro Grand Slam do ano

AP
Bellucci rebate contra Mello. Paulista abriu 2 a 0, levou o empate, mas foi melhor no quinto set
Após uma verdadeira batalha de cinco sets contra o compatriota Ricardo Mello na estreia do Aberto da Austrália, o brasileiro Thomaz Bellucci quer ser agressivo na sua próxima partida. O adversário que separa o melhor tenista do país no circuito de uma inédita terceira rodada em Melbourne é o tcheco Jan Hernych, apenas o 241º do mundo.

Nesta quarta-feira, Bellucci trabalhou o físico pela manhã e depois treinou com Thiago Alves, acertando os últimos detalhes para a segunda fase. "Agora é entrar agressivo, impondo meu jogo desde o início", explicou o 30º colocado no ranking da ATP.

O brasileiro tem um retrospecto curto e negativo no Aberto da Austrália. Em 2009, estreou na competição com derrota para o taiwanês Yen-Hsun Lu. Na edição seguinte, superou o russo Teymuraz Gabashvili na primeira rodada, mas foi eliminado pelo norte-americano Andy Roddick sem vencer um set. Contra Hernych, Bellucci fará um confronto inédito.

Esta é a primeira temporada do paulista trabalhando ao lado do técnico Lari Passos. Em seu primeiro torneio, chegou às quartas de final do ATP 250 de Auckland, mas perdeu para o colombiano Santiago Giraldo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.