Austríaca foi eliminada em Wimbledon pela romena Monica Niculescu e agora quer se dedicar a sua filha

A derrota de Sybille Bammer para a romena Monica Niculescu por duplo 6/1, na primeira rodada de Wimbledon nesta segunda-feira, pôs fim também à carreira da tenista austríaca. Aos 31 anos, ela deixa o circuito na 149ª posição do ranking e deve se dedicar principalmente a cuidar de sua filha, de nove anos de idade.

O anúncio da aposentadoria foi feito por seu técnico Juergen Waber. "Sybille Bammer jogou hoje sua última partida em um torneio internacional e se aposentou do tênis profissional após uma carreira de sucesso", disse o treinador.

Bammer conta com dois títulos da WTA no currículo. Em 2007, derrotou a argentina Gisela Dulko na final de Pattaya City e tornou-se a primeira mãe a conquistar um título no circuito desde 1989, quando Laura Gildemeister venceu em Schenectady.

Dois anos depois, ela bateu a italiana Francesca Schiavone, atualmente número 7 do ranking mundial, na final em Praga. Em Grand Slams, a melhor campanha de Bammer ocorreu no Aberto dos Estados Unidos de 2008, em que chegou às quartas de final, mas foi eliminada por Jelena Jankovic

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.