Tamanho do texto

Austríaca foi eliminada em Wimbledon pela romena Monica Niculescu e agora quer se dedicar a sua filha

A derrota de Sybille Bammer para a romena Monica Niculescu por duplo 6/1, na primeira rodada de Wimbledon nesta segunda-feira, pôs fim também à carreira da tenista austríaca. Aos 31 anos, ela deixa o circuito na 149ª posição do ranking e deve se dedicar principalmente a cuidar de sua filha, de nove anos de idade.

O anúncio da aposentadoria foi feito por seu técnico Juergen Waber. "Sybille Bammer jogou hoje sua última partida em um torneio internacional e se aposentou do tênis profissional após uma carreira de sucesso", disse o treinador.

Bammer conta com dois títulos da WTA no currículo. Em 2007, derrotou a argentina Gisela Dulko na final de Pattaya City e tornou-se a primeira mãe a conquistar um título no circuito desde 1989, quando Laura Gildemeister venceu em Schenectady.

Dois anos depois, ela bateu a italiana Francesca Schiavone, atualmente número 7 do ranking mundial, na final em Praga. Em Grand Slams, a melhor campanha de Bammer ocorreu no Aberto dos Estados Unidos de 2008, em que chegou às quartas de final, mas foi eliminada por Jelena Jankovic