Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Argentina reclama do antidoping antes da final da Davis

Jogadores foram acordados às 6h30 para realização de teste surpresa. Argentinos decidirão torneio contra a Espanha, em Sevilha

AE |

selo

AP
Argentina tentará, fora de casa contra a Espanha, seu primeiro título da Copa Davis
O capitão da equipe argentina, Tito Vázquez, reclamou do horário em que foi feito o exame antidoping em seus tenistas nesta quinta-feira, véspera do início do confronto com a Espanha pela final da Copa Davis. Os jogadores foram acordados às 6h30 (horário local) para a realização do teste surpresa, atrapalhando o descanso antes do último dia de treinos para a decisão do título em Sevilha. 

VEJA MAIS: Duelo Nadal x Monaco abre decisão da Copa Davis nesta sexta-feira

"Lamentavelmente, era um dia de descanso e não pudemos descansar. Me parece errado. Não poderia esperar um pouco e fazer em outro momento", afirmou Tito Vázquez, durante a entrevista coletiva desta quinta-feira, em Sevilha, após o sorteio dos confrontos da final - os dois primeiros jogos, nesta sexta, serão Rafael Nadal x Juan Monaco e David Ferrer x Juan Martin del Potro. 

Três tenistas da equipe argentina passaram pelo exame antidoping na manhã desta quinta-feira: David Nalbandian, Juan Monaco e Juan Martin del Potro. O procedimento da Federação Internacional de Tênis foi criticado até mesmo pelos adversários da Argentina. "Todos queremos um esporte limpo, mas a forma e o sistema para isso deixam a desejar", admitiu o espanhol Rafael Nadal.

Leia tudo sobre: rafael nadalcopa davisjuan monacoargentinaespanha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG