Isner bateu o francês Tsonga, enquanto o espanhol passou por Jurgen Melzer, da Áustria, na Copa Davis

A primeira semifinal da Copa Davis foi definida na manhã deste domingo. Depois de vitórias de John Isner e David Ferrer, Estados Unidos e Espanha encerram suas respectivas séries de maneira antecipada e garantem o direito de brigar por uma vaga na decisão.

Leia também: Soares e Melo vencem e Brasil faz 2 a 1 na Colômbia

No saibro de Castellón, Ferrer venceu o austríaco Jurgen Melzer com parciais de 7/5, 6/3 e 6/3. Desta forma, a Espanha faz 3 a 1 e assegura a vitória, já que Nicolas Almagro e o próprio Ferrer ganharam os jogos de simples na sexta-feira que antecederam o revés da dupla formada por Marcel Granollers e Marc Lopez.

Deixe seu recado e comente com outros torcedores

Em mais um confronto disputado no saibro, em Montecarlo, Isner bateu o francês Jo-Wilfried Tsonga com parciais de 6/3, 7/6 (7-4), 5/7 e 6/3. Como o gigante também ganhou seu compromisso na sexta-feira, diferente de Ryan Harrison, e os gêmeos Mike e Bob Bryan fizeram o mesmo no sábado, os Estados Unidos fecham a série em 3 a 1.

Isner faz festa na vitória sobre Tsonga na Copa Davis
EFE
Isner faz festa na vitória sobre Tsonga na Copa Davis

VEJA FOTOS DO FINAL DE SEMANA DA COPA DAVIS NA SUPER GALERIA

Com mando da Espanha, o confronto na semifinal envolve duas das mais tradicionais equipes na Copa Davis. Os Estados Unidos contabilizam 32 títulos, um recorde, entre as temporadas de 1900 e 2007. Já os europeus dominam o torneio desde 2000 com cinco conquistas e um vice-campeonato.

O ganhador do próximo confronto, além de garantir vaga na final da Copa Davis, ainda toma a dianteira no retrospecto entre os dois países, uma vez que cada nação contabiliza cinco vitórias em 10 confrontos desde 1965. Ambos decidiram o título de 2004, vencido pelos espanhóis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.