Tamanho do texto

Tenista francês não conquistava um torneio desde 2009, quando faturou três títulos do circuito ATP

O francês Jo-Wilfried Tsonga com o troféu do Torneio de Metz
AFP
O francês Jo-Wilfried Tsonga com o troféu do Torneio de Metz
Diante de seus compatriotas, o francês Jo-Wilfried Tsonga quebrou um tabu de dois anos sem títulos e conquistou o ATP 250 de Metz. Na tarde deste domingo, o cabeça de chave número 1 bateu o croata Ivan Ljubicic, quarto favorito, com parciais de 6/3, 6/7 (4-7) e 6/3.

Tsonga não conquistava um título desde 2009, ano em que faturou Tóquio, Marseille e Johanesburgo. Desde então, perdeu duas finais, ambas nesta temporada, em Roterdã e no Queen's Club. Nem mesmo nas duplas ele triunfou, uma vez que caiu na decisão de Marseille-2011 com o compatriota Julien Benneteau.

Com o título em Metz, o sexto de sua carreira, Tsonga mantém a sequência de campeões franceses no torneio, sucedendo Gael Monfils (2009) e Gilles Simon (2010). De quebra, ele salta para a sétima colocação do ranking mundial e ganha força na briga por um lugar no ATP Finals.

Além de voltar a comemorar um título, Jo-Wilfried Tsonga igualou o retrospecto no confronto direto com Ivan Ljubicic. Em seis encontros desde 2009, são três vitórias para cada lado. Derrotado na segunda rodada do Masters 1000 de Montecarlo-2011, o francês ganhou na semi de Roterdã-2011 e na final de Metz-2011.

Campeão da edição de 2005 do torneio de Metz, o experiente croata Ivan Ljubicic, 32 anos e ex-número 3 do mundo, não conquista um campeonato desde que triunfou no Masters 1000 de Indian Wells-2010. No total, ele reúne 10 troféus e mais 13 vices.