Tamanho do texto

Com a australiana, brasileiro conseguiu melhor campanha em um Grand Slam, atingindo semi de Roland Garros

selo

O tenista brasileiro Thomaz Bellucci se dedica aos torneios de simples, mas foi nas duplas mistas que teve a sua melhor campanha em um Grand Slam. Nesta semana, chegou às semifinais de Roland Garros ao lado da australiana Jarmila Gajdosova - perderam para Casey Dellacqua, da Austrália, e Scott Lipsky, dos Estados Unidos.

Foi o primeiro torneio de duplas mistas que Bellucci disputou. E o paulista de Tietê, que deverá aparecer na 30.ª colocação de simples no ranking da ATP na próxima segunda, gostou. Tanto que combinou de fazer parceria com a australiana - que foi apresentada a ele pelo técnico Larri Passos - outra vez em Wimbledon, o terceiro Grand Slam da temporada, a partir do próximo dia 20.

Se não levaram o título de Roland Garros, Bellucci e Gajdosova formaram a dupla mais comentada do torneio. A australiana separou-se recentemente de Sam Groth e não escondeu que achou o novo parceiro de quadras "um gato". "Se temos de escolher um companheiro, é bom que ele seja bonito", declarou uma das musas do torneio.

Depois da eliminação no evento, Gajdosova publicou fotos sensuais suas no Twitter. A moça colocou até uma imagem em que trajava um vestido preto para um "jantar especial". Não disse com quem se encontraria. Tímido, Bellucci esquivou-se de responder sobre um suposto affair. Mas o caso virou uma das maiores especulações da semana em Paris.