Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Após imbróglio com federação, equipe colombiana disputará Davis

Pablo González, capitão da equipe, desembarcou em Montevidéu, onde os colombianos enfrentarão os donos da casa

Gazeta |

Os boatos de que os tenistas colombianos poderiam boicotar a Copa Davis por conta de um impasse com a federação local não se consumaram. Nesta quarta-feira, Pablo González, capitão da equipe, desembarcou em Montevidéu, onde os colombianos enfrentarão os donos da casa em duelos válidos pela primeira rodada do Zonal Americano. O país que vencer medirá forças com o Brasil.

Alejandro Falla e Santiago Giraldo, tenistas mais bem ranqueados na ATP (Associação de Tênis Profissional, aceitaram o posto de González e confirmaram a participação. O embate será realizado entre os dias 4 e 6 de março.

Quem levar a melhor enfrentará o Brasil, capitaneado por João Zwetsch, por uma vaga nos playoffs do Grupo Mundial, considerada a primeira divisão do tênis mundial. Caso os uruguaios levem a melhor, o Brasil jogará como visitante, porém, se os colombianos ratificarem o favoritismo, os tupiniquins serão os anfitriões.

A principal arma da Colômbia é Santiago Giraldo, atual número 44 do mundo. Pelo lado do Uruguai, a esperança é Pablo Cuevas, 66º da ATP.

Leia tudo sobre: Copa DavisGiraldoCuevascolômbiapablo gonzálezfalla

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG