Pablo González, capitão da equipe, desembarcou em Montevidéu, onde os colombianos enfrentarão os donos da casa

Os boatos de que os tenistas colombianos poderiam boicotar a Copa Davis por conta de um impasse com a federação local não se consumaram. Nesta quarta-feira, Pablo González, capitão da equipe, desembarcou em Montevidéu, onde os colombianos enfrentarão os donos da casa em duelos válidos pela primeira rodada do Zonal Americano. O país que vencer medirá forças com o Brasil.

Alejandro Falla e Santiago Giraldo, tenistas mais bem ranqueados na ATP (Associação de Tênis Profissional, aceitaram o posto de González e confirmaram a participação. O embate será realizado entre os dias 4 e 6 de março.

Quem levar a melhor enfrentará o Brasil, capitaneado por João Zwetsch, por uma vaga nos playoffs do Grupo Mundial, considerada a primeira divisão do tênis mundial. Caso os uruguaios levem a melhor, o Brasil jogará como visitante, porém, se os colombianos ratificarem o favoritismo, os tupiniquins serão os anfitriões.

A principal arma da Colômbia é Santiago Giraldo, atual número 44 do mundo. Pelo lado do Uruguai, a esperança é Pablo Cuevas, 66º da ATP.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.