Tamanho do texto

Tenista espanhol conquista sua segunda vitória no ATP Finals de Londres e se classifica antecipadamente

David Ferrer faturou sua segunda vitória no ATP Finals
AP
David Ferrer faturou sua segunda vitória no ATP Finals
Depois de ter superado o escocês Andy Murray na estreia, David Ferrer derrotou, nesta quarta-feira, o número um do mundo Novak Djokovic por contundentes 6/3 e 6/1. Com o triunfo, o espanhol assegurou presença na semifinal do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

Leia mais: Após salvar match point, Berdych vence Tipsarevic em Londres

A 'tragédia' em Londres estava anunciada. Na primeira partida, Djoko precisou fazer das tripas coração para ganhar do tcheco Tomas Berdych de virada. Nesta quarta, porém, o sérvio, visivelmente desgastado por conta do ano vitorioso (dez títulos, ao todo), voltou a errar bastante e caiu fragorosamente.

Confira também: Simpático, substituto de Murray rouba a cena em Londres

Já Ferrer, que não tinha culpa alguma da condição física do rival, manteve o bom ritmo e coroou o bom ano de 2011, no qual foi campeão em Auckland e em Acapulco, chegou à semi do Aberto da Austrália e foi finalista em Monte Carlo e Barcelona.

Apesar do revés, Djokovic (que sofreu apenas a quinta derrota no ano) não está eliminado do Grupo A. Para avançar, ele - que vem sofrendo com dores nas costas há um tempo - terá de desbancar o compatriota Janko Tipsarevic e torcer para que Ferrer tire algum set de Berdych.