Competição vai acabar exatamente quando completarem dez anos da tragédia em Nova York

O último torneio Grand Slam de tênis do ano terá uma importante homenagem. O Aberto dos Estados Unidos, disputado no final do mês de agosto e finalizado no próximo mês de setembro, lembrará os dez anos do atentado do dia 11 de setembro de 2001, quando aviões atingiram e derrubaram as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York.

A edição 2011 da tradicional competição norte-americana colocará os dizeres "11/09/11" em uma das laterais da quadra principal (Arthur Ashe) em referência à data, quando terroristas ligados ao grupo afegão Al-Qaeda jogaram dois aviões em cada uma das torres, fazendo com que ambas ruíssem e provocassem cerca de 2.750 mortes.

Os organizadores decidiram promover a homenagem em virtude da data de encerramento do evento, justamente o dia 11 de setembro de 2011, quando será disputada a final masculina - e a data completa o seu aniversário de dez anos.

"Todo o mundo sabe que os atentados foram em 11 de setembro e, ao colocar essa frase, nós sabemos que iremos promover o retorno de muitas lembranças em cada um de nós", afirmou Jon Vegosen, presidente da Associação de Tenistas dos Estados Unidos (USTA, em inglês), em entrevista à emissora de TV local 'ESPN'.

"Sabemos que é uma competição de alcance global, e por isso temos a responsabilidade de honrar àqueles que morreram e aos que trabalharam heroicamente nesse fatídico dia", afirmou Vegosen.

O dirigente afirmou, ainda, que todos os tenistas inscritos receberão um boné com os dizeres "09/11/01". Ainda, como parte da homenagem, os promotores do Aberto querem que, durante a final, o caminho dos tenistas dos vestiários para a quadra seja "guardado" por policiais e bombeiros da cidade de Nova York, além da polícia portuária. Ainda, uma bandeira do país deverá ser estendida por todo piso da quadra principal, e conforme o esperado, será respeitado um minuto de silêncio em virtude das mortes ocorridas há quase dez anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.