Mark Edmondson chocou até a namorada em 1976, quando conquistou dentro de casa o primeiro e único Grand Slam

Mark Edmondson em ação no Aberto da Austrália de 1976
Reprodução
Mark Edmondson em ação no Aberto da Austrália de 1976

O sérvio Novak Djokovic busca neste domingo o seu quinto título no Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada. O adversário dele na decisão será o escocês Andy Murray, responsável pela eliminação de Nick Kyrgios, representante local que chegou mais longe. Mas que não conseguiu se colocar em posição de quebrar um longo período de seca de títulos dos australianos no país.

Leia também:  Organização de Indian Wells divulga chave principal com Bellucci

A última vez que a competição viu alguém sendo campeão dentro de casa no torneio de simples masculino foi em 1976. O responsável por isso foi Mark Edmondson, que bateu o compatriota John Newcombe em quatro sets. Antes da decisão, ele era o número 212 no ranking da ATP. Até hoje, essa é a posição mais baixa de um campeão de qualquer Grand Slam.

Pouco antes de chocar o mundo e conquistar aquele Aberto da Austrália, Edmondson trabalhava limpando o chão de um hospital. Seu feito foi tão impressionante que nem mesmo sua namorada na época, Vicki, hoje sua mulher, conseguia imaginar. Ela admitiu ter dito o seguinte ao tenista após a semifinal: "Bom trabalho ao vencer Ken Rosewall, mas você não tem muita chance de passar pelo Newcombe na final, não é mesmo?"

Mark Edmondson em partida de exibição
Getty Images
Mark Edmondson em partida de exibição

Edmondson chegou como azarão à decisão também por causa do currículo de Newcombe, que já tinha sido o número 1 do ranking e vencido duas vezes a competição. Antes do jogo do título, ele chegou a declarar que esperava ver um adversário nervoso, mas o comentário acabou tendo um efeito motivacional em Edmondson, que só deixou a emoção aparecer depois da partida.

"Ele colocou a toalha em volta da cabeça após o jogo, e acho que sabia o que acontecia com ele naquele momento", disse Vicki ao New York Times em 2011.

Depois disso, tudo o que Edmondson conseguiu em Grand Slams foi alcançar a semifinal do Aberto da Austrália em 1981 e de Wimbledon em 1982. Sua melhor posição no ranking da ATP foi um 15º lugar. 

Em 2015, Kyrgios, tornou-se o primeiro tenista com menos de 20 anos a alcançar as quartas de final do Aberto da Austrália desde Andrei Cherkasov, em 1990. Além disso, fez com que a Austrália voltasse a contar com um representante nesta fase, algo que tinha acontecido pela última vez com Lleyton Hewitt em 2005. São feitos importantes, mas não tão impressionantes quanto a conquista de Edmondson quatro décadas atrás. 

Entre as mulheres

Na disputa feminina de simples, a última vez que o troféu ficou com uma australiana foi em 1978, quando Chris O'Neil bateu a norte-americana Betsy Nagelsen em dois sets. Ela acabou se tornando a primeira mulher na "Era aberta do tênis" a se sagrar campeã após não ter sido cabeça de chave no torneio, feito que só voltou a ser repetido por Serena Williams em 2007.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.