Em momento especial, Melo e Soares creditam fase à separação em 2011

Por Mauricio Nadal - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Brasileiros jogaram juntos até o fim de 2011, se separaram e vivem o melhor momento da carreira

Desde os tempos áureos de Guga, com o tri de Roland Garros, que o tênis brasileiro não passava um momento tão especial. De forma separada, Marcelo Melo e Bruno Soares vêm se destacando nas duplas. No último fim de semana, ambos ficaram com o vice em Wimbledon, Melo ao lado de Dodig e Soares em parceria com Lisa Raymond, nas duplas mistas.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Reuters
Melo e Soares comemoram vitória na Davis


Se atualmente os dois jogam separadamente, até 2011 jogavam juntos pelo mundo afora. No fim daquele ano, Soares propôs a separação da dupla. Hoje, ambos colhem os frutos.

Leia mais: Marcelo Melo e Ivan Dodig perdem de irmãos Bryan na final de duplas de Wimbledon

"Foi na época uma decisão minha. Fiz isso para jogar com pessoas diferentes e procurar evoluir certas coisas que você se acomoda quando jogo com o mesmo parceiro e acho que hoje a gente vem conseguindo ótimos resultados por aí", disse Bruno Soares ao iG, que atua ao lado do austríaco Alexander Peya no circuito. Eles têm quatro títulos no ano e são a segunda melhor dupla na temporada, atrás apenas dos irmãos Bob e Mike Bryan. 

Divulgação
Bruno Soares (dir.) forma dupla com Alexander Peya no circuito

"Tem dois anos que o Bruno decidiu procurar um novo parceiro e foi bom para os dois. Estou no melhor ranking e ele também. Estamos somando bagagem pelo circuito e jogamos juntos pelo Brasil na Copa Davis", afirmou Melo.

Confira ainda: Dupla de Bruno Soares dá mole e fica com o vice nas mistas em Wimbledon

Ao lado de Dodig, Marcelo Melo ficou com o vice na grama de Wimbledon, após derrota para os irmãos Bryan. Já Soares jogou ao lado da americana Lisa Raymond e perdeu nas duplas mistas para o argentino Daniel Nestor e a francesa Kristina Mladenovic.

Se o País vive boa fase nas duplas, não tem atuações de destaque em simples. Thomaz Bellucci, número 56 do mundo, ficou parado devido à uma lesão no abdomen e perdeu grande parte da temporada de saibro, caindo no ranking da ATP. 

"A simples está numa fase de transição. Nós temos hoje o Bellucci, que é o nosso número 1. Ele é um cara de altos e baixos e é o estilo dele. Nos bons momentos, ele faz o que faz, ganha Gstaad, joga 7/5 na grama contra o Federer e é diferenciado. Está nesse ranking agora, devido à lesão, em uma fase infeliz que é a temporada de saibro, a melhor dele. O ranking dele é mentiroso", disse Bruno Soares, oitavo do ranking de duplas no circuito e praticamente classificado para o ATP Finals, realizado em Londres, no fim do ano.

Marcelo Melo e Bruno Soares atualmente jogam juntos quando representam o Brasil na Copa Davis. Recentemente, no duelo diante dos EUA, em Jacksonville, eles venceram nada menos do que os irmãos Bryan no confronto de duplas. 

Leia tudo sobre: bruno soaresmarcelo meloatp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas