Mais de 57 mil fãs, 5544 bolinhas e 30 kg de prego. Veja números do Brasil Open

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Organização do torneio divulgou dados curiosos da edição de 2013, como os 10.260 litros de água mineral e 1300 garrafas de isotônico

O Brasil Open de 2013 trouxe o bi de Rafael Nadal em terras brasileiras. O espanhol levou para casa uma premiação superior a R$ 160 mil. O torneio também contou com o recorde de público de sua história. Segundo dados da organização, 57.645 pessoas passaram pelo Complexo do Ibirapuera nos sete dias de jogos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Mais de 57 mil pessoas compareceram ao Ibirapuera durante o Brasil Open. Foto: InovafotoTorcida foi forçada a se acomodar nas escadas do Ginásio do Ibirapuera. Foto: Gazeta PressRonaldo e Anderson Silva acompanham a decisão entre Nadal e Nalbandian. Foto: InovafotoRafael Nadal comemora o ponto que lhe deu o título do Brasil Open, diante de David Nalbandian. Foto: Divulgação/InovafotoO espanhol Rafael nadal exibe o troféu após conquistar o Brasil Open. Foto: Divulgação/InovafotoO tenista espanhol Rafael Nadal devolve uma bola durante a final do Brasil Open, no Ibirapuera. Foto: Divulgação/InovafotoCom camisas trocas, Bruno Soares e Alexander Peya comemoram o título de duplas. Foto: Divulgação/InovafotoO brasileiro Bruno Soares comemora mais um ponto na partida em que conquistou o título de duplas do Brasil Open. Foto: Divulgação/InovafotoRafael Nadal comemora ponto na vitória diante de Alund. Foto: InovafotoRafael Nadal em ação na semifinal do Brasil Open. Foto: DivulgaçãoNadal quase joga relógio de R$ 1 milhão para a torcida no Ibirapuera. Foto: Gazeta PressDavid Nalbandian comemora ponto na semifinal do Brasil Open. Foto: Gazeta PressFãs precisaram desviar o caminho para evitar grande poça d'água. Foto: Mauricio Nadal


Alguns números curiosos chamam a atenção. Mais de 5 mil bolinhas foram usadas pelos tenistas em jogos e treinos durante o torneio. A organização também forneceu 10.260 litros de água mineral e 1300 garrafas de isotônico aos atletas.

Um outro dado inusitado se destaca: os 30 kg de prego usados no evento. O material é utilizado para fixar o piso de saibro, além de mais de um quilômetro de linha

Veja os números curiosos do evento:


- 455.775 dólares é a premiação total do Brasil Open 2013. O campeão de simples leva US$ 82.300, mais de R$ 161 mil
- 652 empregos são gerados pelo torneio: 120 diretos e 532 indiretos
- 230 profissionais de mídia, de 110 veículos, foram credenciados para cobrir o evento
- 5.544 bolinhas de tênis Wilson utilizadas pela organização
- 10.260 litros de água mineral foram fornecidos pela organização ao longo do torneio. São 500 caixas com 48 copinhos plásticos de 300 ml, mais 500 caixas com 12 garrafas de 510 ml cada uma
- 1.300 garrafas de isotônico fornecidas aos tenistas
- 600 toalhas utilizadas pelos jogadores
- 240 m3 de saibro utilizados para montar as três quadras sobre as quais o torneio foi disputado
- 10 toneladas de pó de telha levados até o Ibirapuera para cobrir as três quadras
- 1.100 metros de linha para as marcações das quadras
- 30 kg de prego.
- 320 kg de gelo utilizados a cada dia no Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães
- 600 refeições servidas diariamente para jogadores, imprensa e staff
- 4 dúzias de bananas levadas todos os dias ao ginásio, para consumo exclusivo dos tenistas

Leia tudo sobre: brasil open 2013rafael nadaligsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas