Na raça, Nadal sua bastante para virar sobre Berlocq e está na semi em SP

Por Mauricio Nadal - iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Tenista espanhol saiu atrás no placar, não empolgou tecnicamente, mas conseguiu virada e encara o italiano Simone Bolelli no Brasil Open

Na base da garra e superação, Rafael Nadal precisou do calor da torcida brasileira para virar jogo duro diante do argentino Carlos Berlocq e está nas semifinais do Brasil Open. O espanhol, fora de ritmo e longe de empolgar tecnicamente, venceu o tenista número 78 do mundo por 2 sets a 1, parciais de 3/6, 6/4 e 6/4.

Na semifinal deste sábado, Nadal volta ao Ginásio do Ibirapuera para encarar o argentino Martin Alund, que derrotou o italiano Filippo Volandri, algoz de Bellucci, nesta sexta.

Rafael Nadal vai conquistar o Brasil Open? Opine!

O jogo já começou com um longo primeiro game, de mais de dez minutos. Mas Berlocq, com dificuldades, confirmou o seu serviço. A partida seguia equilibrada até o sexto game, quando Nadal acertou um slice na rede e teve seu saque quebrado. Imediatamente após a perda do serviço, a torcida apoiou o espanhol e o número 5 do mundo devolveu a quebra.

Com um aproveitamento ruim em seu primeiro saque e abusando dos erros, o espanhol cedeu mais um serviço ao argentino, após uma deixadinha, seguida de bela troca de bolas na rede. Assim que terminou o lance, Nadal acusou dores no tornozelo e pediu que a quadra fosse reparada. Na volta ao jogo, Berlocq confirmou o saque e fechou a parcial em 6 a 3.

AP
Nadal enfrenta o argentino Carlos Berlocq

Longe de seu melhor ritmo, Nadal não conseguia aprofundar seus golpes e incomodar o saque de Berlocq e a partida seguia equilibrada. Até que no décimo primeiro game veio a chance e o espanhol aproveitou. Com a quebra decisiva, o número 5 do mundo igualou o placar após cravar 6 a 4. Assim que empatou o jogo, Nadal cerrou os punhos e vibrou muito, trazendo a torcida no embalo.

Tudo sobre o Brasil Open no blog do Paulo Cleto

Mesmo com a vitória no segundo set, o heptacampeão de Roland Garros ainda sofria dificuldades para impor o seu saque, enquanto o argentino demonstrava coragem ao soltar o braço. Foi assim que Berlocq aproveitou a chance de quebra no quarto game e abriu 3 a 1. Porém, Nadal foi valente, não desistiu e logo devolveu, empatando o set derradeiro. Os tenistas confirmaram seus serviços. Mas na hora decisiva, o argentino sentiu a pressão, cometeu duas duplas faltas e deu o game de bandeja para Nadal fechar o jogo e comemorar junto com a torcida brasileira no Ginásio do Ibirapuera.

Nalbandián derruba tricampeão Almagro em São Paulo

Em um dos jogos mais emocionantes do Brasil Open 2013, David Nalbandián desbancou o tricampeão do torneio, Nicolás Almagro. O argentino venceu o espanhol por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (5), 3/6 e 7/6 (3), após 2h17min de partida. Na semifinal, o argentino de 31 anos vai jogar diante do italiano Simone Bolelli, que venceu o espanhol Albert Montañes em sets diretos.

Leia tudo sobre: tênisBrasil Open

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas