Djokovic vence batalha de 5 horas contra Wawrinka e vai às quartas na Austrália

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Sérvio número 1 do mundo chegou a perder o primeiro set por 6 a 1, mas se reergueu e superou o suíço em Melbourne

Getty Images
Djokovic rasga a camisa para comemorar vitória sobre Wawrinka no Aberto da Austrália

Depois de travar uma batalha de 5 horas contra Stanislas Wawrinka, o sérvio Novak Djokovic venceu o rival suíço por 3 sets a 2 (parciais de 1/6, 7/5, 6/4, 6/7 (7/5) e 12/10) e avançou às quartas de final do Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada. Com o suado triunfo, o tenista número 1 do mundo segue firme na busca pelo tetracampeonato em Melbourne, o terceiro de forma seguida.

E mais: Bellucci vence de virada nas duplas e vai às quartas de final pela primeira vez

Foi a 12ª vitória de Djokovic sobre o "freguês" Wawrinka em 14 partidas disputadas entre eles no circuito profissional. As únicas vitórias do compatriota de Roger Federer aconteceram em 2006, quando o sérvio tinha apenas 19 anos de idade e estava começando a carreira.

A partida deste domingo começou de forma surpreendente. A postura agressiva, dominante e de poucos erros foi apresentada por Wawrinka, não por Djokovic. A situação do sérvio já era complicada, mas foi agravada pelos escorregões que levou durante a disputa dos pontos, facilitando o trabalho do suíço, que fechou em 6/1.

Confira: Ferrer e Sharapova arrasam e avançam às quartas no Aberto da Austrália

O líder do ranking mundial iniciou o segundo set dando sinais de que a dinâmica do jogo mudaria e quebrou o saque de seu adversário logo no primeiro game. Mas Wawrinka conseguiu duas quebras consecutivas e abriu vantagem. Djokovic precisava fazer algo diferente. A primeira mudança foi o par de tênis. O sérvio deixou de lado o antigo que utilizava e calçou um novo.

AP
Djokovic caminha para cumprimentar o desolado Wawrinka após o duelo na Austrália

Wawrinka sustentou sua vantagem até o 10º game, em que sacou para fechar a parcial, mas as mudanças no jogo do ranking mundial começaram a surtir efeito. O sérvio quebrou o serviço de seu adversário, venceu os dois games seguintes e levou o set, empatando o confronto.

Quem será o campeão no Aberto da Austrália? Comente e opine

A terceira parcial de partida foi muito equilibrada, com os tenistas conquistando uma quebra cada logo nos dois primeiros games de partida. Djokovic mostrou poder de decisão quando venceu o serviço de Wawrinka novamente no nono game e confirmou seu saque para abrir 2 a 1 no jogo.

O equilíbrio persistiu no quarto set. O tenista suíço fez bom uso de seu potente saque e da esquerda na paralela sempre que se viu em apuros, mas começou a demonstrar sinais de cansaço e pediu atendimento médico antes do décimo game. A parcial foi para o tie-break e Wawrinka logo aproveitou os erros de Djokovic para abrir vantagem. Mantendo a postura agressiva venceu o desempate e levou o duelo para o quinto e decisivo set.

O suíço seguiu apostando em golpes fortes e fundos e quebrou o saque do sérvio logo no primeiro game da quinta parcial. Djokovic devolveu no game seguinte e adotou como tática explorar o visível cansaço de seu adversário. Wawrinka foi atendido outras vezes pelo fisioterapeuta, mas seguiu criando muitas dificuldades ao líder do ranking mundial. O jogo só foi decidido com 1h35 de set final em uma passada espetacular do sérvio.

Nas quartas de final do Aberto da Austrália, Djokovic tem pela frente o tcheco Tomas Berdych, que derrotou o sul-africano Kevin Anderson por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/2 e 7/6 (15-13). O retrospecto do confronto direto é extremamente favorável ao sérvio, que venceu 11 das 12 partidas disputadas no circuito profissional.

Leia tudo sobre: DjokovicWawrinkaAberto da Austrália

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas