Brasileiros venceram a dupla Robert Lindstedt, da Suécia, e Nenad Zimonjic, da Sérvia, por 2 sets a 1 neste domingo

Bruno Soares conversa com Marcelo Melo na final do ATP 250 de Estocolmo, na Suécia
AFP
Bruno Soares conversa com Marcelo Melo na final do ATP 250 de Estocolmo, na Suécia

Os mineiros Marcelo Melo e Bruno Soares conquistaram na manhã deste domingo o quarto título do circuito jogando juntos. Na final do torneio de duplas do ATP 250 de Estocolmo, a parceria brasileira venceu os parceiros Robert Lindstedt, da Suécia, e Nenad Zimonjic, da Sérvia, por 2 sets a 1, com parciais de 6(4)/7, 7/5 e 10-6.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Os brasileiros sofreram no início da partida e deixaram os adversários abrirem uma boa vantagem no placar, no entanto, conseguiram se recuperar ainda no primeiro set e levá-lo para o tie-break, que acabou sendo vencido por Lindstedt/Zimonjic.

Leia ainda:  Caroline Wozniacki vence Stosur e conquista WTA de Moscou

O segundo set foi bastante disputado, mas, animados com a reação no início do jogo, os brasileiros conseguiram se impor em quadra e fechar por 7/5, obrigando a partida a ser decidida no super tie-break. Com relativa tranquilidade, Melo/Soares venceram a terceira etapa e garantiram o título. Parceiros fixos nas últimas duas temporadas, Bruno Soares e Marcelo Melo foram vice-campeões em Estocolmo em 2011. Neste ano, eles participaram de diversas provas do circuito com outros parceiros, mas atuaram juntos na disputa da Copa Davis contra a Rússia, quando ajudaram o Brasil a voltar à elite do tênis mundial.

No pódio, após a conquista do torneio neste domingo, Soares garantiu que voltará à capital sueca nas próximas temporadas para disputar a competição, pela qual ele tem um carinho especial. Além das finais disputadas ao lado de Melo, ele também levantou a taça em 2009, atuando ao lado do zimbabuano Kevin Ullyett.

Bruno Soares e Marcelo Melo com o troféu do ATP 250 de Estocolmo
AFP
Bruno Soares e Marcelo Melo com o troféu do ATP 250 de Estocolmo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.