Nadal nega aposentadoria, mas considera difícil disputar a Davis e o ATP Finals

Tenista espanhol afirmou que ainda sente dores em seu joelho e deve retornar as quadras em janeiro de 2013, no Aberto da Austrália

iG São Paulo |

Getty Images
Nadal foi eliminado de forma precoce em Wimbledon e ficou de fora das Olimpíadas de Londres

Afastado das quadras desde o mês de julho, quando foi eliminado precocemente da disputa de Wimbledon, na segunda rodada, o espanhol Rafael Nadal deve permanecer sem participar de competições até o final do ano e espera retornar em alto nível para o Aberto da Austrália, no início de 2013.

Nadal voltará a ser o número 1 do mundo? Opine!

Ainda com dores no joelho, Rafa praticamente descartou a possibilidade de defender a Espanha na final da Copa Davis, contra a República Tcheca, e de participar do ATP Finals, competição que reúne os oito melhores tenistas da temporada.

Leia mais:  Federer começa sua semana 300 como líder do ranking da ATP

"O joelho segue me incomodando, melhorou um pouco, só que ainda dói. Necessito trabalhar a uma intensidade muito mais baixa do que requer a Davis e o Finals, não sei se vou poder disputar ou não", declarou à rede CNN  da Espanha.

Apesar do longo tempo de recuperação, ele continuará obedecendo às ordens médicas e só voltará a competir quando estiver totalmente recuperado e em forma. Uma aposentadoria precoce foi completamente descartada pelo tenista de 26 anos.

"Parece que estou na última fase da recuperação. Mesmo que não seja, continuarei trabalhando conforme mandam os médicos. Me conforto em voltar para o Australian Open e poder ser 100% competitivo. Não vou me aposentar do tênis e voltarei quando estiver bem", concluiu.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: rafael nadalcopa davisatp tour finals

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG