Técnico vê o retorno de Nadal ao topo como algo difícil para 2013 e critica ATP

Toni Nadal ainda não prefere pensar na volta do sobrinho à liderança da ATP. O técnico também fez 'lobby' para a entidade organizar menos torneios em quadras duras

Mauricio Nadal - iG São Paulo |

Fora do topo do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) desde 4 de julho de 2011, quando foi ultrapassado por Novak Djokovic, Rafael Nadal segue se recuperando de uma tendinite em seu joelho esquerdo e está fora das quadras desde junho, quando foi eliminado precocemente pelo checo Lukas Rosol, em Wimbledon. Atualmente, o tenista espanhol ocupa a quarta posição do ranking, e para seu tio e técnico, Toni Nadal, dificilmente voltará à liderança no ano que vem.

Nadal voltará ao topo do ranking da ATP? Opine!

Gazeta Press
Toni Nadal esteve em São Paulo e disse que seu sobrinho ainda não tem prazo para voltar as quadras

"Nesse momento nós não estamos pensando em voltar ao número 1 do mundo. Ano que vem será muito mais complicado. Acredito que o número 1 em 2013 será difícil. Temos 4 ou 5 jogadores com potencial e que vão competir por isso", afirmou o treinador, em visita à cidade de São Paulo.

Leia mais:  "Tivemos a sorte de não enfrentar Guga", diz técnico de Nadal

Toni ainda fez coro às recentes críticas do sobrinho em relação a muitos torneios da ATP serem disputados em quadras duras, o que causa mais lesões nos tenistas, devido ao impacto com o piso. 

"A ATP teria que mudar onde se jogam os torneios. Menos em quadras duras porque o impacto com o piso lesiona mais os jogadores. Guga, Magnus Norman, (David) Nalbándian, (Carlos) Moya, (Gael) Monfils, (Lleyton) Hewitt e Marat Safin tiveram uma carreira cheia de lesões. Os dirigentes deviam visar mais a saúde de seus atletas para evitar lesões", completou o tio e técnico do ídolo espanhol.

Confira ainda:  Sem prazo para retornar as quadras, Nadal pode jogar o Brasil Open em 2013

Nadal é conhecido pelo seu espírito de luta nas partidas. O espanhol não desiste dos pontos e se caracterizou por chegar em bolas impossíveis. Por outro lado, essa correria e esforço excessivo são julgados como fatores que causaram a lesão em seu joelho.

Análises e comentários sobre o tênis no blog do Paulo Cleto

Toni defendeu o sobrinho e disse que alguns tenistas se esforçam mais em quadra do que Nadal. "Rafael não corre tanto mais quantos os outros. Correu menos que Djokovic na final na Austrália e se esforça menos em um jogo do que (Jo-Wilfried) Tsonga, (David) Ferrer e (Gael) Monfils, por exemplo".

Vale lembrar que Rafael Nadal tem 11 títulos de Grand Slam na carreira, sendo sete em Roland Garros. Além disso, o espanhol e o americano Andre Agassi são os únicos tenistas da história a conquistar o Golden Slam, pois venceram os quatro Grand Slams e a medalha de ouro nas Olimpíadas, Agassi em Atlanta-1996 e Nadal em Pequim-2008. 

Veja fotos da caminhada de Nadal na conquista do hepta em Roland Garros:

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: toni nadalrafael nadalatp

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG