Líder do ranking da ATP sofreu uma ameaça de morte em um fórum virtual chinês e terá segurança reforçada

Roger Federer foi ameaçado de morte antes de sua chegada à China
AP
Roger Federer foi ameaçado de morte antes de sua chegada à China

Roger Federer, tenista número 1 do mundo, desembarcou nesta quinta-feira no aeroporto de Pudong e terá segurança reforçada durante o Masters 1000 de Xangai. O suíço, dono de 17 Grand Slams na carreira, foi ameaçado de morte em fóruns virtuais chineses.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Saibam que quero matar Roger Federer", ameaçou um usuário identificado como Gato Azul no dia 25 de setembro, acrescentando ao texto uma montagem do tenista deitado no chão com a cabeça cortada.

Leia mais:  Nadal volta a treinar em 15 dias e dificilmente voltará a jogar em 2012

Os organizadores do torneio estão atentos às ameaças na China e vêm providenciando segurança reforçada para o tenista. 

"Estamos investigando, Federer chegou em Xangai e já reforçamos as medidas de segurança. Esperamos que as ameaças a Roger sejam apenas ameaças verbais, mas não se pode ter com certeza e devemos proteger o jogador e sua família", revela a organização do Masters 1000.

Além disso, Federer permanecerá por pouco tempo em quadra após concluir as suas partidas na China, para evitar possíveis ataques. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.