Tamanho do texto

Sérvio e francês conquistam vitória com dificuldade na estreia do torneio chinês contra alemão Michael Berrer e uzbeque Denis Istonim, respectivamente

Novak Djokovic comemora vitória em Pequim
AP
Novak Djokovic comemora vitória em Pequim

As estreias dos principais tenistas do ranking mundial no Torneio de Pequim, nesta terça-feira, não foram tranquilas. Tanto o sérvio Novak Djokovic quanto o francês Jo-Wilfried Tsonga perderam um dos sets, mas acabaram confirmando o favoritismo e asseguraram passagem para a próxima fase.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O adversário de Djokovic foi o alemão Michael Berrer, vindo do qualificatório. A partida terminou 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/7 (3-7) e 6/2 para Djokovic. O tenista da Alemanha mostrou muita vontade durante a partida, mas só conseguiu transformá-la em pontos no segundo set. O próximo desafio do sérvio será contra o argentino Carlos Berlocq.

Não menos difícil foi a estreia de Tsonga, que perdeu o primeiro set e sofreu para conseguir a virada diante do uzbeque Denis Istomin. As parciais da partida, com quase duas horas de duração, ficaram em 4/6, 6/1 e 7/6 (7-3). O próximo adversário do francês será o russo Nikolay Davydenko, que bateu o compatriota Alex Bogomolov Jr. por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1.

Leia mais sobre tênis no blog do Paulo Cleto

Em mais um duelo muito disputado, o russo Mikhail Youzhny saiu vitorioso diante do alemão Tommy Haas. A partida foi equilibrada e também se encerrou com o placar de 2 sets a 1. As parciais foram de 6/4, 4/6 e 6/2. O representante da Rússia tem o sul-africano Kevin Anderson na próxima rodada.

Vindo do título em Kuala Lumpur, na Malásia, o francês Julien Benneteau foi prejudicado pelo desgaste físico e desistiu da partida contra o italiano Andreas Seppi, quando a partida estava 6/1 e 2/0 para o tenista da Itália.