Visita de Djokovic ao Rio também terá partida de futebol e ida à Rocinha

Tenista sérvio fará jogo exibição contra Guga, em 17 de novembro, no Maracanãzinho

iG São Paulo * |

Responsável por promover o duelo entre os tenistas Gustavo Kuerten e Novak Djokovic no Brasil, a organização do evento anunciou nesta segunda-feira que o sérvio número 2 do mundo também jogará uma partida de futebol e visitará a favela da Rocinha, durante os três dias no Rio de Janeiro.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

AP
Novak Djokovic virá ao Brasil em novembro para jogo exibição diante de Guga

O jogo com o tenista brasileiro já aposentado está marcado para o dia 17 de novembro, no Maracanãzinho, e tem como grande novidade o piso da quadra, que pela primeira vez será de saibro - preferência de Guga, que nos últimos anos se apresentou no local com cimento. Mas a maior motivação do ex-número 1 do mundo é mesmo o duelo com Djokovic.

Leia mais:  Nadal revela injeções e acredita em volta às quadras no Aberto da Austrália

"É um privilégio receber o Djokovic no Brasil e jogar com ele no Rio de Janeiro, que sempre me recebeu muito bem. Agradeço ao Petkovic por trazê-lo e será uma grande festa. Já estou treinando muito e me sinto preparado", avisou Guga, citando o sérvio, ex-jogador de Flamengo, Vasco e Fluminense como o grande responsável pela visita do atual número 2 do mundo.

"O Djokovic é atualmente o meu ídolo, mas eu já fui ídolo dele.Sou mais velho e ele torce pelo Estrela Vermelha. Quando tinha uns sete anos, eu jogava lá e era seu ídolo. Isso marca, ainda mais tão jovem. Mas, hoje, sou eu quem torce por ele. O encontrei ano passado em Nova York e começamos a elaborar sua vinda", contou Petkovic, aposentado dos gramados desde junho de 2011.

Tudo sobre o tênis no blog do Paulo Cleto

Os sérvios estarão lado a lado a preliminar de uma partida do Campeonato Brasileiro, no dia 18, que também contará com a presença do ídolo flamenguista Zinho. "Estou muito ansioso pelo jogo. Foi uma ideia incrível! Devo ter jogado só umas duas vezes num campo de verdade. Ainda não pensei na posição em que pretendo atuar, pode ser em qualquer uma, menos de goleiro, por favor", brincou Djokovic, que participou do evento desta segunda-feira por videoconferência.

O primeiro ato de Djokovic no Rio de Janeiro, contudo, não será o jogo de futebol nem a partida com Guga. No dia 16 de novembro, ele irá visitar a favela da Rocinha, ação que a princípio foi questionada pelo sérvio. "Ele me perguntou: ‘na favela? Não é perigoso’. Essa ainda é a imagem lá para for a das favelas do Brasil. Eu expliquei o processo de pacificação. Aí ele perguntou se eu também iria. Falei que sim, então ele emendou: ‘Se você vai, eu também vou’", contou Petkovic.

Os ingressos para o confronto estarão à venda a partir desta terça-feira, pelo site oficial do evento. As arquibancadas custarão R$ 100,00 (R$ 50,00 a meia-entrada), enquanto as cadeiras saem por R$ 250,00 (R$ 125,00 a meia).

Leia tudo sobre: djokovicrocinhaguga

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG