Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google

Na minha cabeça, sou campeão de Wimbledon, diz Murray

Tenista britânico foi derrotado na decisão do Grand Slam para Roger Federer, mas se vingou do suíço no mês seguinte e faturou o ouro nas Olimpíadas

Reuters |

Reuters

Getty Images
Andy Murray, tenista britânico

Durante muito tempo, Andy Murray sonhou em conquistar o primeiro título de Grand Slam, mas no sábado revelou que a profundidade de sua frustração começou a mexer com sua cabeça antes do Aberto dos EUA .

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O britânico de 25 anos sofreu sua quarta derrota consecutiva na final de um torneio de Grand Slam ao ser batido por Roger Federer em quatro sets em Wimbledon. Um mês depois, Murray se consolou massacrando o suíço e conquistando a medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres.

Leia mais sobre tênis no blog do Paulo Cleto

A vitória acontece na mesma quadra de grama, mas Murray afirmou que sua mente reprisava as partidas de maneira muito diferente. "Depois de Wimbledon, digamos uns quatro dias, sonhei que venci. Acordei de manhã e comecei a me sentir melhor, mas não ajudou. Então, alguns dias depois das Olimpíadas, sonhei que perdi a final. Obviamente acordar lembrando que venci foi bom", disse.

Veja ainda: Novak Djokovic conquista título simbólico antes do Aberto dos EUA

Indagado se já sonhou com o Aberto dos EUA, Murray respondeu: "Ainda não, mas os manterei informado".

O terceiro cabeça de chave quer aproveitar o bom momento de seu triunfo olímpico com uma grande vitória em Nova Yotk. Seus planos incluem se hospedar em um hotel longe da agitação de Manhattan e passar longe de Flushing Meadows sempre que possível. "Vou ficar em um hotel mais tranquilo desta vez e tentar não passar muito tempo ao redor das quadras", declarou.

Leia tudo sobre: Andy MurrayWimbledon 2012Londres 2012Aberto dos EUA

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG