Após perder para o francês nas Olimpíadas de Londres, brasileiro foi derrotado nesta terça em Winston-Salem

Agência Estado

Em sua segunda partida diante do francês Jo-Wilfried Tsonga no circuito profissional, o brasileiro Thomaz Bellucci foi derrotado por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/3), nesta terça-feira, nas oitavas no Torneio de Winston-Salem, nos Estados Unidos.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Bellucci foi derrotado por Jo-Wilfried Tsonga nesta teça
Getty Images
Bellucci foi derrotado por Jo-Wilfried Tsonga nesta teça

Bellucci havia caído anteriormente diante do atual sexto colocado do ranking mundial em sua estreia nos Jogos Olímpicos de Londres, onde perdeu de virada em um duro confronto no qual o francês triunfou de virada, por 2 a 1, com 6/7 (5/7), 6/4 e 6/4.

Leia mais:  Árbitra de tênis dos EUA é acusada de matar o marido com caneca

O Torneio de Winston-Salem serve de preparação para o US Open, Grand Slam que começa na próxima segunda-feira, em Nova York, e Bellucci travou nesta terça justamente o seu segundo confronto diante de Tsonga, que é o cabeça de chave número 1 do ATP 250 norte-americano. Antes de pegar o rival por duas vezes seguidas, ele vinha embalado pelos títulos do Challenger de Braunschweig, na Alemanha, e do Torneio de Gstaad, na Suíça, sendo que ainda foi semifinalista em Stuttgart neste meio tempo.

Confira ainda:  Aberto dos EUA confirma Federer como 1º cabeça de chave

Com a nova vitória sobre o brasileiro, Tsonga garantiu vaga nas oitavas de final em Winston-Salem e terá pela frente agora o ucraniano Sergiy Stakhovsky, que nesta terça passou pelo espanhol Pablo Andujar por 2 sets a 0, com 6/2 e 6/3.

Veja também:  Sharapova brinca na TV e lança revista antes de Aberto dos EUA

No confronto desta terça, Bellucci não começou bem e logo na primeira vez que foi para o saque teve o serviço quebrado por Tsonga, que abriu 2 a 0 e depois conseguiu administrar a sua vantagem para fechar o set inicial em 6/3. Já a segunda parcial foi marcada pelo equilíbrio, sendo que o francês e o brasileiro salvaram cinco e sete break points, respectivamente, fato que levou a disputa do set ao tie-break. E, no desempate, Tsonga foi melhor, abrindo 5 a 1 e depois liquidando a fatura em 7/3.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.